Veja como foi a volta às aulas nas escolas de Santa Catarina

Reportagem do ND+ foi às ruas para acompanhar o retorno, em especial nas escolas particulares de Blumenau, que estão entre as primeiras que retomam as atividades

Escolas de Santa Catarina retomam as atividades presenciais a partir desta segunda-feira (26). Entre as primeiras estão unidades da rede particular de ensino de Blumenau, no Vale do Itajaí.

A reportagem do ND+ foi às ruas para acompanhar o movimento. O retorno gradual deve respeitar uma série de medidas de prevenção contra a Covid-19.

Aulas foram retomadas em Blumenau de maneira gradual – Foto: João Goés/ND

Ainda em Blumenau, as escolas da rede estadual de ensino têm retomada gradual marcada para esta terça-feira (27).

A Secretaria de Estado da Educação informou, na sexta-feira (23), que escolas dos municípios de Blumenau e Brusque estavam aptas a retornar o ensino presencial.

Cada unidade de ensino em todo o Estado (incluindo públicas e privadas) deve formular protocolo de retomada, conforme as particularidades e seguindo as exigências sanitárias, para evitar a disseminação da Covid-19. O documento é, então, submetido aos municípios e ao Estado.

Em Blumenau foi confirmada, na sexta-feira, a reabertura da Escola de Educação Básica Max Tavares do Amaral e da Escola de Educação Básica Santos Dumont.

Escolas estaduais de Brusque também devem retornar nesta semana. A Escola de Educação Básica Padre João Stolte, em Botuverá, foi a primeira da rede estadual a ter o plano de contingência aprovado, no dia 16 de outubro. A gestão escolar realiza as últimas adequações para o retorno.

Regiões com aulas presenciais

De acordo com a portaria nº 778, que regulamenta a retomada das aulas presenciais no Estado, publicada no dia 6 de outubro, essa modalidade está autorizada somente nas regiões com risco moderado (azul) ou alto (amarelo) no mapeamento estadual para o novo coronavírus.

Além disso, é necessário que as unidades produzam o PlanCon (Plano de Contingência) e o encaminhem para o Comitê Municipal.

No momento dez regiões do Estado estão com risco alto. São elas: Oeste, Xanxerê, Meio Oeste, Alto Vale Rio do Peixe, Alto Vale do Itajaí, Serra Catarinense, Médio Vale do Itajaí, Nordeste, Foz do Rio Itajaí e Carbonífera.

Siga em tempo real

+

Educação