UFSC tem plataforma atacada por hackers no primeiro dia de retorno das aulas

Sistema ficou indisponível e impactou acesso dos estudantes e professores que voltariam às aulas nesta manhã

A plataforma utilizada pela UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) para ensino remoto durante a pandemia, o Moodle, foi atacada por hackers na manhã desta segunda-feira (31), data que marca o início das aulas remotas na universidade.

Retorno das aulas na UFSC de forma online é marcado por sistema hackeado. – Foto: Henrique Almeida/UFSC/NDRetorno das aulas na UFSC de forma online é marcado por sistema hackeado. – Foto: Henrique Almeida/UFSC/ND

O sistema ficou indisponível e impactou o acesso dos estudantes e professores que voltariam às aulas nesta manhã. A plataforma foi estabilizada às 8h45.

A Universidade vai registrar boletim de ocorrência junto à Polícia Federal para que o caso seja investigado.

A Lei dos Crimes Cibernéticos determina detenção de três meses a um ano, e multa, para quem invade “dispositivo informático alheio, conectado ou não à rede de computadores, mediante violação indevida de mecanismo de segurança e com o fim de obter, adulterar ou destruir dados ou informações”.

As equipes da Superintendência de Governança Eletrônica e Tecnologia da Informação e Comunicação informaram que continuam trabalhando para tentar mitigar as investidas contra os sistemas da instituição.

+

Educação

Loading...