Balcão de Empregos conta com 500 inscritos em Criciúma

Feria de entrevistas ocorre neste sábado (12) a partir das 8h no Ginásio Municipal, em Criciúma; São 87 vagas de emprego ofertados por aproximadamente 50 empresas da região

Vai acontecer neste sábado (12) o feirão de entrevistas do Balcão de Empregos, a partir das 8h,no Ginásio Municipal Irmão Walmir Antônio Orsi, próximo à prefeitura, em Criciúma.  A ação é uma iniciativa da Secretaria de Assistência Social de Criciúma.

Através do site criado pelo município, 500 pessoas se inscreveram em busca de conquistar 87 vagas de emprego que serão ofertadas por diversas empresas da cidade e da região.  Apesar das vagas cadastradas, é possível que algumas empresas precisem de mais profissionais, sendo contratados dois ou mais candidatos, resultando em quase o dobro do número de vagas disponíveis no site.

São 87 vagas ofertadas para os 500 candidatos que se inscreveram no Balcão de Empregos da Prefeitura de Criciúma – Foto: Divulgação/Decom/NDSão 87 vagas ofertadas para os 500 candidatos que se inscreveram no Balcão de Empregos da Prefeitura de Criciúma – Foto: Divulgação/Decom/ND

Na ocasião, cada setor de recursos humanos das empresas terá uma mesa de atendimento para realizar as entrevistas. As vagas são para as áreas de vendas, cerâmica, indústria têxtil, usinagem, setor mercadista e diversos outros segmentos.

“Aproximadamente 50 empresas de Criciúma e região estão disponibilizando essas vagas”, anunciou o secretário de Assistência Social e Habitação, Bruno Ferreira.

Documentos necessários

Os inscritos devem levar um documento de identidade e um currículo em mãos. “Pedimos para que cada candidato vá sozinho para não ocasionar aglomeração”, destaca o secretário. Além dos documentos de identificação, é obrigatório o uso de máscara.

Durante o Balcão de Empregos, o distanciamento entre as mesas e candidatos será mantido e será disponibilizado álcool em gel como medida de enfrentamento à Covid-19.

“Esperamos que os inscritos participem das entrevistas e torcemos para que todas as vagas sejam preenchidas”, declarou o secretário, acrescentando que o Governo Municipal foi responsável por fazer a ponte entre os candidatos e as vagas. “Têm pessoas que estão desempregadas e ao mesmo tempo empresas estão com falta de profissionais, nós estamos facilitando este contato”, concluiu Bruno.

+

Empregos e Concursos