Procurando emprego? Sua vaga pode estar aqui

Ferramenta do nd+ auxilia na procura por uma vaga de emprego na Grande Florianópolis; confira

Na próxima quinta-feira (17), o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) deve divulgar mais um balanço da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) Contínua, que informa sobre a variação, também, do desemprego no Brasil.

Que a situação não está fácil, em todo o País – e quiçá o planeta – já é de conhecimento de todos. Mas o nd+ também preocupado com isso, disponibiliza, aqui, uma ferramenta de oferta de vagas de emprego para a Grande Florianópolis.

Construção civil foi um dos setores que mais criou empregos no estado; ajudou a reduzir a queda no número de empregados em relação ao País, conforme o último estudo divulgado, ainda no final de setembro – Foto: Julio Cavalheiro/ SecomConstrução civil foi um dos setores que mais criou empregos no estado; ajudou a reduzir a queda no número de empregados em relação ao País, conforme o último estudo divulgado, ainda no final de setembro – Foto: Julio Cavalheiro/ Secom

Às vésperas do final de um ano marcado por uma revolução na sociedade, nada mais próspero que encontrar uma vaga de emprego. São incontáveis cargos que vai do técnico de enfermagem, passa por motorista, promotor de vendas, auxiliar de produção, camareiro, montador de móveis, dentre outras.

Santa Catarina com menor taxa de desemprego

Segundo o IBGE, na última pesquisa divulgada, Santa Catarina apareceu como o Estado com a menor taxa de desemprego do País. Ainda que seja o menor índice, esse dado é negativo.

Conforme o último resultado divulgado, ao final do segundo trimestre, Santa Catarina aparecia com uma alta de 6,9% no número de empregados. Apesar de representar o menor valor quando comparado a outros estados do País, é um dado que indica aumento da perda de vagas.

O IBGE afirma que o desemprego superou a média nacional, de 13,3%, em 12 unidades da federação. O país tinha 12,8 milhões de pessoas sem trabalho no segundo trimestre, conforme já divulgado pelo Instituto. A taxa de desocupação aumentou 1,1 p.p. em comparação com o primeiro trimestre de 2020 (12,2%), e 1,3 p.p. frente ao segundo trimestre de 2019 (12,0%).

Confira as vagas também aqui.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Empregos e Concursos

Loading...