Alimentação saudável no prato do dia

Atualizado

Almoçar fora de casa não é desculpa para descuidar da saúde. Na verdade, pode ser até mais fácil diante da variedade de alimentos muitas vezes disponíveis nos restaurantes. Se você faz parte dos 34% da população brasileira que se alimenta todos os dias fora de casa, sabe como é difícil variar o cardápio e manter a qualidade nutricional. Independente do seu paladar, é importante destacar que não é a quantidade ou o valor energético que nos proporciona uma alimentação saudável, mas sim a variedade de alimentos consumidos, que vai fornecer de maneira correta os nutrientes necessários para que se tenha saúde. Além do aumento de peso e obesidade, preocupar-se com o que ingerimos evita o aparecimento de doenças relacionadas a carência nutritiva e outras como diabetes e hipertensão, por exemplo.
Escolher o local para as refeições é tão ou mais importante quanto o que se coloca no prato. Por isso, o Sesc tem o cuidado de oferecer o melhor aos seus clientes nos dezoito restaurantes da instituição distribuídos pelo estado, que servem cerca de dois milhões de refeições ao ano, uma média de cinco mil delas diariamente. Cardápios elaborados por nutricionistas que estão diariamente nas cozinhas dos estabelecimentos são um dos diferencias e a preocupação principal de toda a equipe continua sendo com a segurança alimentar. Jéssica da Luz Pereira Pucci, gerente de Saúde do Sesc-SC comenta que o público dos restaurantes tem um tratamento diferenciado, já que o bem-estar do cliente é uma das premissas da instituição. “Nos preocupamos com a segurança alimentar, qualidade dos serviços e dos ingredientes que são utilizados para o preparo das nossas refeições. Nossas nutricionistas acompanham as boas práticas de produção e supervisionam todos os procedimentos dentro das nossas cozinhas”, completa.

Cores e sabores

Uma pesquisa recente do IBGE mostrou que 25% do nosso salário é investido em refeições fora de casa. Para que este valor seja bem investido, saber montar um prato rico em nutrientes é essencial. Silvânia Fuhr, nutricionista do Sesc SC, explica que antes de tudo o prato deve ser bastante colorido e com variedade de alimentos. “A dica é que 2/4 do prato seja composto por legumes, verduras e as saladas variadas, de preferência com folhas cruas que mantém propriedades naturais de vitaminas e minerais. Os carboidratos, como feijão, arroz e grão de bico por exemplo completam mais 1/4 e quanto as proteínas, prefira as carnes grelhadas ou assadas que fecham o 1/4 que falta para se obter uma refeição harmoniosa, num prato colorido e com todos os nutrientes necessários’, finaliza.

São 18 os restaurantes do Sesc no Estado
Balneário Camboriú, Blumenau (Shopping Neumarkt e Hotel Sesc Blumenau), Brusque, Concórdia, Florianópolis (Estreito, Prainha e Hotel Sesc Cacupé), Itajaí, Jaraguá do Sul, Joinville, Lages (Coral e Pousada Rural Sesc Lages), Laguna, Palhoça, São Joaquim, Tubarão e Urubici.

Dias temáticos

Pensando no paladar de quem almoça todos os dias nos restaurantes do Sesc, a equipe responsável pela produção dos cardápios oferece refeições balanceadas e variadas diariamente. Dias temáticos e pratos especiais fazem parte das opções disponíveis para se manter o equilíbrio entre estar e se alimentar bem. O microempresário Paulo Urbini é um dos frequentadores assíduos do restaurante do Hotel Sesc Cacupé, em Florianópolis e se preocupa mais com o que coloca no prato depois dos últimos exames de saúde, Segundo ele, “com o tempo vamos aprimorando e aprendendo como se alimentar. Eu e minha esposa adoramos esse restaurante, pois o Sesc é imbatível: qualidade boa, atendimento fantástico, alimentação balanceada e preço acessível. É uma opção que valeu muito a pena”, finaliza.

Mais conteúdo sobre

Sistema Fecomércio SC