Após anos recluso e sem dar entrevistas, Zé do Caixão conversa com Geraldo Luís

Atualizado

No Domingo Show do dia 21/7, Geraldo Luís mostra como está José Mojica Marins, conhecido como o Zé do Caixão, um dos artistas mais famosos do Brasil. Recluso há mais de cinco anos e sem dar entrevistas, o apresentador o reencontra, hoje aos 83 anos, e conversa com Liz Vamp, filha do cineasta. “Ele teve paradas cardíacas. Parada cardíaca não precisa falar que é sério. Ele teve que ser ressuscitado”, relembra.

“Ele sofreu muitos golpes… Pessoas chegaram a tomar filmes dele”, lembra a filha. – Divulgação

E confessa: “Ele enfartou na minha frente. Filme de terror perde.” Ela também desabafa sobre as dificuldades que o pai enfrentou durante a carreira: “Ele sofreu muitos golpes… Pessoas chegaram a tomar filmes dele, fizeram com que ele assinasse coisas que ele nem sabia que estava assinando, nem sabia o conteúdo”. Além disso, ela comenta o problema dele com o álcool: “Teve uma época em que ele sofreu com o alcoolismo… Não era saudável nem o tipo de bebida que ele misturava e, principalmente, a quantidade dessas bebidas.”

Outro destaque deste domingo é a história do cowboy Rodrigo Leonel. Em 2002, ele ganhou a segunda edição do Big Brother Brasil e levou para casa meio milhão de reais. Por que ele sumiu durante 12 anos e só agora resolveu falar? O que aconteceu com todo o dinheiro? “Se você não tem a paz financeira, você não dorme, porque no outro dia você tem que pôr comida na mesa”, confessa. Ele ainda explica o motivo de ter se afastado da mídia: “Não me achei um jeito de encaixar, foi onde eu sumi.”

E no palco, mais uma edição do quadro “Domingo Show – A Batalha”. Desta vez, a atração exibe um duelo de vozes entre duas cabeleireiras com talento para a música. Para dar aquela ajuda e incentivo para as profissionais, o programa recebe a cantora Aline Barros.

O Domingo Show é apresentado por Geraldo Luís, ao vivo, a partir das 11h. A atração tem direção geral de Rafael Boucinha e direção de João Scortecci.

Entretenimento