Aprendizes no mercado de trabalho

Atualizado

Conseguir uma colocação no mercado de trabalho é um desafio para a maioria das pessoas. E é ainda maior para os jovens que procuram o primeiro emprego. Dados divulgados pelo IBGE em maio deste ano revelam que o Brasil tem mais de 13 milhões de desempregados e 26% deles são jovens com idade entre 18 e 24 anos. Ter experiência de trabalho anterior continua sendo um dos maiores empecilhos na hora de conseguir o primeiro emprego e, por conta disso, a qualificação é cada vez mais necessária. O Programa Jovem Aprendiz do Senac Santa Catarina serve como porta de entrada para o emprego formal e contribui para o desenvolvimento econômico e social de jovens.
O projeto auxilia na capacitação de jovens de 14 a 24 anos encaminhados pelas empresas do comércio, que estejam matriculados e frequentando o ensino regular, Educação de Jovens e Adultos ou possuam o ensino médio completo. Taísa Rossafa da Fonseca, supervisora do Programa Jovem Aprendiz da Faculdade Senac Palhoça, destaca que o papel da instituição é desenvolver o jovem para o mercado de trabalho, fazendo com que ele desenvolva as competências do curso que está sendo proposto. “O Senac prepara esse jovem com atitudes, competências e valores que estão dentro das marcas formativas de empreendedorismo, sustentabilidade e desenvolvimento pessoal e profissional para que ele esteja no mercado de trabalho mostrando o seu potencial”, completa.

Empresas parceiras

Por lei, empresas de médio e grande porte precisam ter, no mínimo, cinco por cento de colaboradores que fazem parte desse programa. Camila Teixeira, diretora de desenvolvimento humano de uma empresa que há sete anos abriu as portas para os jovens aprendizes, já orientou 89 funcionários durante este período e 33% deles foram efetivados. Para ela, além do que é ensinado em sala de aula, quem vai encarar o primeiro emprego tem que ter algumas qualidades fundamentais, principalmente o desejo de aprender. “Ter o bom trato com os colegas e ser uma pessoa que está disposta a receber o feedback é muito importante. O restante a gente vai ensinando, mas esse desejo de querer saber mais, de aprender é o que vai levar esse jovem aprendiz ao crescimento”, destaca.

Cidadania e responsabilidade

Com duração de quase um ano e meio, atualmente sete turmas com foco em práticas de vendas e serviços administrativos estão em andamento na Faculdade Senac Palhoça. O papel dos professores é essencial nesse processo de descobertas de um novo mundo e o Jaime Vieira é um desses profissionais que auxilia os alunos nessa fase, oferecendo mais que a disciplina curricular. “Eu procuro dar a cidadania com a responsabilidade do ensino, do preparo. Sei que por trás deles existem empresas que estão acreditando no projeto, mas o DNA do Senac é esse: não cuidar somente do aprendizado e sim do indivíduo, do social, da vivência do aluno”, finaliza. Os jovens e as empresas interessadas em participar do Programa Jovem Aprendiz devem entrar no portal do Senac SC (www.sc.senac.br/jovemaprendiz) para mais informações.

Mais conteúdo sobre

Sistema Fecomércio SC