Charlie Sheen é acusado de estupro em documentário

Atualizado

O ator Charlie Sheen, conhecido pela série “Two and a Half Men” está sendo acusado de ter estuprado o jovem ator Corey Haim em seu documentário ‘(My) Truth: The Rape of Two Coreys‘ lançado nesta segunda-feira (9), em Los Angeles. As informações são do site CinePop/R7.

Charlie Sheen protagonizou a série “Two and a Half Men” – Foto: Reprodução/YouTube

Quem fez as alegações é Corey Feldman, melhor ator e melhor amigo de Haim. Os dois chegaram a trabalhar juntos como atores mirins em algumas produções prestigiadas como “Os Garotos Perdidos”. Feldman estrelou o clássico ‘Os Goonies’, de Steven Spielberg.

Leia também:

Feldman afirma que Corey Haim, que faleceu em 2010 em decorrência de uma pneumonia, e tinha 13 anos na época, teria sido abusado sexualmente por Charlie Sheen, então com 19 anos, nos bastidores do filme ‘A Inocência do Primeiro Amor‘, filme de Steven Spielberg.

“Isso não foi algo dito uma única vez, do tipo ‘ah, a propósito, isso aconteceu’. ele me disse: ‘Charlie me curvou entre dois trailers, colocou óleo crisco nas minhas nádegas e me estuprou em plena luz do dia. Qualquer um poderia ter passado por ali, qualquer um poderia ter visto’”.

Quem também falou sobre o caso também foi a ex-esposa de Corey Feldman, Susanna Sprague, afirmando que ele teria compartilhado a mesma revelação. Dessa forma, o documentário ainda traz outras fontes que revelam terem sido informadas a respeito do ocorrido na época.

Assim, em sua fala, ela pontuou sobre o caso: “Ele me contou que no set de “A Inocência do Primeiro Amor” ele havia sido estuprado quando ainda era um garotinho. Ele me disse que teria sido um colega de elenco, dizendo que o Charlie Sheen seria o responsável”.

Famosos