Cinema do CIC irá exibir retrospectiva gratuita de Jean-Luc Godard

Atualizado

Florianópolis irá receber uma grande retrospectiva da obra Jean-Luc Godard,  um dos grandes cineastas vivos e que completa 90 anos em 2020. Serão 17 obras do cineasta franco-suíço, exibidas gratuitamente no Cinema do CIC (Centro Integrado de Cultura) nos dias 20, 22, 27, 28 e 29 de janeiro, nas tardes e noites. A curadoria é do crítico de arte Allende Renck e também do cineasta Pedro MC. Ao todo, a amostra reúne nove longas e um seriado dividido em oito partes.

“Uma Mulher é Uma Mulher”, um dos filmes da programação, com a atriz Anna Karina, que morreu recentemente – Foto: Divulgação/ND

Segundo Allende Renck, que vai mediar os debates e apresentar palestra sobre o cineasta, a curadoria da mostra traz um pouco da primeira fase de criação, com filmes dos anos 1960, até os mais recentes, como o (inédito em Santa Catarina) “Imagem e Palavra” (“Le Livre D’Image”), contemplado com a Palma de Ouro especial de Cannes em 2018, dentre os mais de 100 títulos já realizados por Godard.

Leia também:

“Imagem e Palavra” será exibido no dia de abertura da mostra, após a projeção do primeiro filme realizado por Godard, “Acossado” (“À Bout de Souffle”), considerada uma das obras primas do cinema, por sua estética de referências de desconstrução da narrativa clássica e improviso de produção.

As obras projetadas serão seguidas de debates e palestras, que serão transcritas e organizadas em conteúdo de um livro impresso, com pesquisadores convidados, entre os quais a professora doutora Clelia Mello, do Curso de Cinema da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina).

A mostra faz parte da Sessão Cinemática de Temas Transbordantes, ação cultural educativa sem fins lucrativos, com apoio do Institut Français, da Cinemateca Francesa e da Aliança Francesa Florianópolis.

Confira a programação:

DIA 20 DE JANEIRO

18h

ACOSSADOACOSSADO (À Bout de Souffle)

1960, 01h29min, Classificação Indicativa: 14

Após roubar um carro em Marselha, Michel Poiccard (Jean-Paul Belmondo) ruma para Paris. No caminho mata um policial, que tentou prendê-lo por excesso de velocidade, e em Paris persuade a relutante Patricia Franchisi (Jean Seberg), uma estudante americana com quem se envolveu, para escondê-lo até receber o dinheiro que lhe devem. Michel promete a Patricia que irão juntos para a Itália, no entanto o crime de Michel está nos jornais e agora não há opção. Ele fica escondido no apartamento de Patricia, onde conversam, namoram, ele fala sobre a morte e ela diz que quer ficar grávida dele. Ele perde a consciência da situação na qual se encontra e anda pela cidade cometendo pequenos delitos, mas quando é visto por um informante começa o final da sua trágica perseguição.

20h

IMAGEM E PALAVRA (Le Livre d’Image)

2018, 01h34min, Classificação Indicativa: 14

Godard parte de montagens de imagens para refletir sobre aspectos do cinema e do mundo. Colando cenas de filmes, de reportagens, de vídeos caseiros e mesmo de desenhos, o cineasta aborda as funções do tempo e do espaço, utilizando em particular o caso das imagens sobre o mundo árabe de como são percebidas pelo mundo ocidental.

DIA 22 DE JANEIRO

14h

HISTORIAS DO CINEMA

1988 – 1998, 720min, Classificação Indicativa: 16

Documentário em oito partes sobre o século XX através da concepção do cinema, sem ordem cronológica: 1 – “Todas as Histórias”, 2 – “Uma Só História”, 3 – “Apenas Cinema”, 4 – “Beleza Fatal”, 5 – “A Moeda do Absoluto”, 6 – “Um Onda Nova”, 7 – “O Controle do Universo”, e 8 – “Os Signos Entre Nós”.

20h

ADEUS À LINGUAGEM (Adieu au Langage)

2014, 01h10min, Classificação Indicativa::16

Um homem e uma mulher dividem a intimidade em uma casa, onde mora também um cachorro. Ela é casada, mas não há qualquer informação sobre sua vida fora daquele local. Os dois conversam sobre a questão da linguagem sob o ponto de vista filosófico, enquanto que o cão a tudo observa.

DIA 27 DE JANEIRO

18h

UMA MULHER É UMA MULHER (Une Femme est une femme)

1961, 01h28min, Classificação Indicativa: 14

Angela (Anna Karina), uma dançarina de cabaré, deseja ter um bebê e tenta convencer seu namorado, Émile (Jean-Claude Brialy), a ir adiante com a ideia, mas ele não concorda. Assim, ela acaba procurando o amigo de Emile, Alfred (Jean-Paul Belmondo), para realizar seu desejo.

20h

REALEASE MOSTRA GODARD 10 FILME SOCIALISMOFILM SOCIALISME

2010, 01h42min, Classificação Indicativa: 14

Num cruzeiro pelo mar Mediterrâneo, com personalidades como o filósofo francês Alain Badiou e a cantora americana Patti Smith a bordo, passageiros discutem sobre história, dinheiro e geometria. Longe dali, a família Martin, que mora num posto de gasolina, recebe a visita de uma jornalista e sua cinegrafista. As duas passam o dia à espera de uma entrevista com os pais, enquanto as crianças exigem deles explicações sobre liberdade, igualdade e fraternidade.

DIA 28 DE JANEIRO

18h

VIVER A VIDA (Vivre Sa Vie)

1962, 01h24min, Classificação Indicativa: 14

Filme dividido em 12 quadros, com episódios desconexos. A jovem Nana (Anna Karina) abandona marido e filho para buscar uma carreira como atriz. Durante um período ela tenta ganhar dinheiro vendendo discos em uma loja, mas como não consegue o suficiente para sua sobrevivência, acaba recorrendo à prostituição. Após se apaixonar outra vez, Nana começa a repensar sua vida.

20h

MASCULINO, FEMININO (Masculin, Féminin)

1966, 01h50min, Classificação Indicativa: 14

Paul (Jean-Pierre Léaud), um jovem que acaba de abandonar o serviço militar francês, é agora um militante contra a Guerra do Vietnã desiludido com a vida. Enquanto Madeleine (Chantal Goya), sua namorada, tenta uma carreira como cantora pop, ele se isola mais a cada dia

DIA 29 DE JANEIRO

18h

PIERROT LE FOU

1965, 01h55min, Classificação Indicativa: 16

Ferdinand Griffon (Jean-Paul Belmondo) está entediado com a sociedade parisiense. Certa noite, ele deixa a esposa em uma festa e volta sozinho para casa, onde encontra uma antiga amiga, Marianne Renoir (Anna Karina), trabalhando como babá dos seus filhos. No dia seguinte, ele aceita fugir com a bela para o Mediterrâneo, mas o casal vai ser perseguido por mafiosos.

20h

O DESPREZO (Le Mepris)

1963, 01h45min, Classificação Indicativa: 16

Na Itália uma equipe grava sob direção de Fritz Lang um filme baseado na Odisseia, de Homero. Camille (Brigitte Bardot) é casada com Paul (Michel Piccoli), um escritor que foi contratado pelo produtor americano Jeremy (Jack Palance) para escrever o roteiro por 10 mil dólares. O desprezo de Camille começa quando ela passa a acreditar que o marido tentou vendê-la ao produtor, quando ele insiste para que a bela mulher fique sozinha com Jeremy. Uma série de mal-entendidos faz com que a relação do casal vá se fragmentando.

Mais conteúdo sobre

Cinema