Com espetáculo ‘Enfronta’, dançarina Simone Fortes apresenta trabalho de matriz africana

Investigar possibilidades de movimentação a partir de uma trajetória de quase 20 anos em prá­ticas voltadas para as danças de matrizes africanas. O trabalho solo de dança “Enfronta”, da artista Simone Fortes, tem apresentação nesta terça (18) no Sesc Prainha, com direção de Jussara Belchior e assesso­ria de pesquisa de Luiz Canoa.

Simone Fortes resgata sua trajetória - Divulgação/ND
Simone Fortes resgata sua trajetória – Divulgação/ND

“Enfronta” traz a trajetória da artista, que é movida pela cul­tura dos tambores. Em especial as danças e o cotidiano do povo mandèn de Guiné Conakry, além de danças e movimentações afro-brasileiras de terreiros, sambas de roda, tambor de crioula, côco de roda, danças que têm o boi como personagem princi­pal (como o bumba-meu-boi), bem como outras vertentes das movi­mentações afro-brasileiras que re­fletem, nestas relações, crenças e formas de tornar potente o passado e o tempo presente, entre culturas, força e leveza.

O quê: Espetáculo de dança Enfronta

Quando: 18/12, 20h

Onde: Sesc Prainha, travessa Siríaco Atherino, 100, Centro, Florianópolis

Ingressos: Gratuito (ingressos devem ser retirados com uma hora de antecedência).

Dança