Coronavírus: 10 mil eventos culturais foram cancelados em Santa Catarina, diz pesquisa

Atualizado

O projeto ConectArteSC atualizou na terça-feira (24) os resultados da pesquisa coletada junto com os trabalhadores do setor. O projeto foi criado semana passada pela classe artística do Estado para desenvolver alternativas para os cancelamentos de eventos e de receita.

Foram 1.051 respostas ao formulário, preenchidas por profissionais de diversas regiões do Estado. Os primeiros números analisados informavam mais de 3,5 mil eventos cancelados. Quatro dias depois, com maior adesão da classe às respostas,  o levantamento apontou 10.070 espetáculos cancelados ou adiados em Santa Catarina por conta do coronavírus.

Dados da Pesquisa projeto ConectArteSC – Foto: Divulgação/ND

Embora tenha sido feito ao longo de uma semana, o documento “Cultura Catarinense em tempos de COVID-19” não se pretende definitivo e deve ampliar esse número ainda mais.

Além de quantificar os envolvidos na pesquisa, o documento expõe a contagem por faixa etária, gênero e as linguagens artísticas com as quais os envolvidos trabalham.

São respostas de pessoas que trabalham com música, teatro, circo, artes visuais, dança e cinema. Artistas, técnicos de som, iluminadores, professores, diretores, fotógrafos, entre outros profissionais.

A produtora Luanda Wilk, coordenadora da pesquisa, diz que o levantamento vai auxiliar repensar formas de sobrevivência do setor durante e após o período de pandemia – Foto: Mandy Justo/Divulgação/ND

Pesquisa quer mapear a cadeia cultural

No levantamento ainda faltam dados de muitos fornecedores de produtos ou serviços da cadeia que não responderam o questionário. Entre eles estão agências de comunicação, distribuidores de bebidas, transportadoras, empresas de segurança, limpeza, entre outros.

“O levantamento foi realizado em caráter emergencial e, em menos de uma semana, já apresentava dados extremamente expressivos”, ressalta a coordenadora da pesquisa, Luanda Wilk.

“Fechamos a primeira versão, divulgamos os resultados preservando dados pessoais e a pesquisa passa agora a ser ampliada pelo Conselho Estadual de Cultura, sendo atualizado permanentemente, e servindo para a tomada de decisões em diversas áreas, todas com um mesmo objetivo: encontrar formas de manter a sobrevivência do setor cultural durante e após esse período de pandemia e quarentena”, completa.

Leia também:

Com base nos números já levantados, o ConectArteSC sugere medidas para o enfrentamento da situação. Dentre as alternativas propostas estão a intervenção de políticas públicas que apoiem o setor, a abertura de editais públicos para promoção e venda de eventos online, além da transmissão online de shows, aulas e palestras. Figuram ainda sugestões como um “seguro desemprego” para artistas, bem como propostas de suspensão de shows com direito assegurado de remanejamento de datas.

Cultura