Cruz e Sousa é homenageado pelo projeto interativo Street Art Tour em Florianópolis

Atualizado

Mural de Cruz e Sousa começou a ser pintado. Foto: Marina Tavares/ Divulgação/ND

O poeta Cruz e Sousa (1861 – 1898) receberá justa homenagem e reconhecimento pelas mãos do artista Rodrigo Rizo, um dos pioneiros da arte urbana em Florianópolis, com a instalação de um mural com área de 650 metros quadrados no paredão ao lado do jardim do Museu Histórico de Santa Catarina – Palácio Cruz e Sousa, no Centro. A obra integra o Street Art Tour, projeto que movimenta a cena de arte urbana na Capital e é viabilizado com apoio cultural da Floripa Airport. A obra começou a ser pintada no dia 4 de junho e deve ficar pronta até o final do mês.

O mural será todo em preto e branco, para representar visualmente características marcantes na obra do poeta. Para fazer a pintura, o artista usa um elevador externo que o leva a uma altura de 30 metros. “Cruz e Sousa é uma personalidade ilustre de Florianópolis que é pouco reconhecida pelas novas gerações. Quando uma obra como essa é feita, coloca em evidência os símbolos que ali estão representados. Isso gera o debate e fomenta o conhecimento sobre determinado tema. Além disso, promove a valorização do artista de rua como agente multiplicador da cultura, pois coloca uma obra de arte ao acesso de todos na rua”, afirma Rodrigo Rizo.

Rodrigo Rizo em frente ao Palácio Cruz e Sousa, no Centro da cidade. Foto: Victor Moraes/Divulgação/ND

O artista conta que leu Cruz e Sousa pela primeira vez na escola. “Confesso que não compreendi muito bem. A primeira impressão foi a complexidade e rebuscamento da linguagem utilizada. Voltei a ele quando estava pesquisando artistas de Florianópolis e então pude me aprofundar e compreender melhor as características e a relevância do poeta. Sou fã de rap e me interesso bastante pela forma como o poeta e o MC utilizam as palavras, como um artista utiliza suas tintas para compor obras expressivas e contundentes”, diz Rizo.

App oferece tour guiado pelas obras de arte urbana da cidade

O projeto Street Art Tour desenvolve um trabalho de valorização dos ícones culturais de Florianópolis por meio de murais que homenageiam a vida e a obra de nomes importantes para a cidade. Dentro da plataforma do Street Art Tour (aplicativo disponível para iOS e Android), inclusive, é possível mapear e organizar um roteiro para conhecer obras de arte urbana de grandes dimensões: um deles é o mural assinado pelo artista Thiago Valdi em homenagem a Franklin Cascaes, no edifício Atlas, localizado de frente para a esquina da rua Vidal Ramos com a Deodoro. Outra grande obra é o mural Leão da Terra, pintado por Rizo em paredão ao lado do edifício Ceisa Center, na avenida Osmar Cunha.

Diversos artistas participam do projeto Street Art Tour. Foto: Victor Moraes/Divulgação/ND

A pintura de Cruz e Sousa é também parte de uma segunda etapa do projeto, que além de registro e catalogação em plataforma digital (aplicativo e site) de mais de 100 murais que compõem o acervo de street art de Florianópolis, prevê exposições, pintura de murais em grande formato, festivais, oficinas e debates. “Vamos realizar ações como intervenções e performances de leitura de textos de Cruz e Sousa, rodas de conversas sobre o poeta, como a arte urbana pode movimentar as pessoas e a história da cidade, debates sobre o movimento negro em Florianópolis etc”, adianta Marina Tavares, da Studio de Ideias, idealizadora do projeto junto a Rodrigo Rizo e Arturo Valle Junior.

O Street Art Tour é patrocinado pelo município de Florianópolis e pela Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura nº 3659/91. O projeto tem o apoio cultural da Floripa Airport. Apoio da Fundação Catarinense de Cultura e do Museu Histórico de Santa Catarina – Palácio Cruz e Sousa. A coordenação geral é da Studio de Ideias.

Artes