Dinho, rendeiro de Florianópolis, ganha documentário com estreia neste sábado

O documentário de curta-metragem “As Rendas de Dinho”, que tem direção e roteiro de Adriane Canan, terá sua pré-estreia neste sábado (7), no Cinema do CIC, às 20h. Ediwaldo Pedro de Oliveira, o Dinho, é um dos únicos rendeiros da Ilha de Santa Catarina.

Amante do carnaval, Dinho agita os carnavais com desfile e concursos de fantasias no Pântano do Sul – Barbara Pettres/Divugação

Durante a sessão, Dinho estará rendando ao vivo e as rendas também estarão expostas e à venda. Serão aceitas contribuições de um quilo de alimentos não perecíveis, que será destinada a instituições de caridade.

A renda é um fio condutor de uma espécie de talk show sobre a extraordinária história da vida de Dinho, hoje com pouco mais de 60 anos. Ele rompeu cedo com protocolos tradicionais e, enquanto os outros garotos de uma das mais tradicionais comunidades de Florianópolis iam para alto-mar e já começavam a lida com as redes de pesca, ele aprendia a fazer renda de bilro, às escondidas, com uma prima.

Leia também

A produção foi vencedora do Prêmio Catarinense de Cinema 2018 e teve suas gravações realizadas em maio no Pantâno do Sul e no Armazém das Rendeiras, no Mercado Público de Florianópolis.

“Na montagem, traçamos um percurso não-linear da vida extraordinária desde rendeiro que viveu em São Paulo e no Canadá, mas que tem o Pântano do Sul como seu lugar de origem e onde mais ama estar”, comenta a diretora Adriane Canan.

Depois da pré-estreia no CIC, o curta deve ter uma exibição especial aberta à comunidade do Pântano do Sul.

Serviço:

O quê: Pré-estreia do curta “As rendas de Dinho”

Quando: 7/9, 20h

Onde: Sala de Cinema do CIC (Centro Integrado de Cultura), avenida Gov. Irineu Bornhausen, 5600, Agronômica, Florianópolis

Quanto: Gratuito

Mais conteúdo sobre

Cinema