Em Florianópolis, bistrô alia alta gastronomia com toque catarinense e porções italianas

Atualizado

Mais do que requinte, sofisticação e bom gosto. Uma verdadeira imersão gastronômica tem conquistado os moradores e turistas da Capital. Inaugurado em Jurerê Internacional há pouco mais de um mês, o bistrô Dijon tem atraído muita gente que busca um espaço intimista –  alternativo aos agitos dos beach clubs –  com culinária de agradar o paladar, olhos e o coração – “uma gastronomia com Alma”, como faz questão de enfatizar o idealizador do restaurante, Caio Rodrigo Nascimento, 41 anos.

“O Dijon serve pratos modernos, tem referência na cozinha francesa, com um toque de Santa Catarina às receitas. Costumo dizer que nossos clientes recebem uma experiência da alta gastronomia francesa, com toque catarinense, bem servida, em proporções italianas”, ilustra Nascimento.

Destaques para o spaguetti Nero com frutos do mar, carré de cordeiro e o gratin Blumenau, um fettuccine com linguiça Blumenau e molho de queijo brie, os carros-chefes do bistrô. Além disso, o menu traz opções de peixes, carnes, aves  e massas, tudo com sofisticação e sabores de excelência.

Carré de cordeiro, uma das especialidades – Foto: Divulgação/ND

E se você acha que custa muito caro para comer bem, engana-se. Em média, cada prato individual no Dijon custa R$ 75,00, tudo servido em um ambiente de tirar o fôlego. Além do atendimento no jantar, sempre de quarta a sábado, das 20h às 23h30, o Dijon serve almoço executivo aos sábados e domingos, das 12h às 17 horas. No cardápio, opções de entrada, prato principal e sobremesa, por R$ 59,90.

“O almoço executivo tem feito com que muita gente venha conhecer nosso bistrô. Temos conseguido conquistar paladares, porque a maioria volta para conhecer os pratos servidos à noite. O retorno tem sido muito positivo”, avalia Caio Nascimento.

Empreendedor e idealizador do Dijon, Caio Nascimento também é sommelier – Foto: Divulgação/ND

Um bom vinho para harmonizar

Além de empresário, Caio Rodrigo Nascimento é sommelier e oferece uma excelente carta de vinhos aos clientes. “Aqui nosso público encontra bons vinhos. Não vai ter nenhuma garrafa milionária, não”, brinca, “porque nossa intenção é ofertar o melhor vinho com o melhor custo benefício a nossos amigos. Por isso, temos bons vinhos, com bons preços”, enaltece.

Caio entende muito de vinhos e bebidas. O gosto pela cozinha ele traz da infância, do tempo em que vivia em Joinville. Seu irmão é dono do restaurante Ádamo Gastronomia, bastante conceituado da Cidade da Dança. “A gastronomia sempre esteve comigo. Nos encontros com amigos, sempre era eu quem cozinhava, colegas recorriam a mim quando queriam uma sugestão de um bom vinho”, lembra o administrador.

Entrada especial com tartar e torradas aromatizadas – Foto: Divulgação/ND

Do direito à gastronomia

Mas foi há quatro anos que Caio Rodrigo Nascimento deu uma guinada na vida. Trocou a carreira de sucesso, como advogado trabalhista, para se deliciar em outros prazeres da vida, e abriu uma adega em Coqueiros, bairro continental da Capital.

O negócio deu certo e anos depois ele foi convidado para administrar um restaurante dentro de uma adega na Serra catarinense. A experiência que trouxe de lá, associada ao histórico gastronômico da família, e a dedicação em estudar o que há de melhor neste universo, tem sido a receita de sucesso do empreendedor.

“Isso mesmo, eu fui advogado trabalhista por muitos anos. Até que o hobby pela gastronomia falou mais alto. Decidir aposentar o código de leis para me dedicar a servir, à gastronomia. Tem dado certo, servir as pessoas é minha vocação, o desafio de surpreender, inovar, me dá felicidade, é isso que você encontra aqui no Dijon”, finaliza.

Horários de atendimento do Dijon:

Jantar: de quarta a sábado, das 20h às 23h30

Almoço executivo: sábados e domingos, das 12h às 17h

Onde: avenida Búzios, 48, (anexo ao condomínio Quay), Jurerê Internacional

Inspira!