Exposição de fotografia contemplativa abre nesta terça no Espaço Oficina, do CIC

“Flúmen” é o nome da exposição, a primeira, de Marília Signorini - Marília Signorini/Divulgação/ND
“Flúmen” é o nome da exposição, a primeira, de Marília Signorini – Marília Signorini/Divulgação/ND

Abre nesta terça, às 19h30, no Espaço Oficina do CIC (Centro Integrado de Cultura), a exposição de fotografia contemplativa “Flúmen”. Os registros da fotógrafa Rita Marília T. Signorini chamam atenção para os detalhes do cotidiano que passam despercebidos, mostrando vida onde normalmente se enxerga o comum. A curadoria é de Edu Lyra, fotógrafo e professor da artista.

A fotografia contemplativa é uma prática ligada à meditação, baseada mais na percepção que na técnica. “Eu paro, olho e aquela imagem me emociona muito, então eu fotografo. Eu espero que as pessoas que olharem as minhas fotos sintam essa mesma emoção, porque é assim que se completa o ciclo”, comenta Rita Marília.

Mais conteúdo sobre

Entretenimento