Exposição de litografias de Joan Miró abre neste sábado, em Joinville

Atualizado

Começa no próximo sábado (23) a exposição “Joan Miró: Maravilhas com Variações Acrósticas no Jardim” no Instituto Internacional Juarez Machado em Joinville. Serão apresentadas pela primeira vez em Santa Catarina alguns dos exemplares de litografias desenhadas e assinadas pelo artista em pedra calcária, autenticadas e impressas sobre papel com elevado teor de algodão, todas pertencentes a uma coleção particular. A mostra, que conta com 20 obras, fica exposta até 5 de maio.

O curador Edson Machado com as gravuras de Miró que serão expostas em Santa Catarina pela primeira vez – IIJM/Divulgação

O pintor, gravador, escultor e ceramista, Joan Miró está entre os mais notáveis artistas do século 20. Suas obras são reconhecidas em todo o mundo pelas características de espontaneidade e experimentalismo, de imaginário ilimitado e interpretação simbólica.. As criações de Miró usam de conceitos do Surrealismo, do Cubismo, do Fauvismo, usando como referência as aflições da Guerra Civil Espanhola, a ditadura franquista e as puras e fantasiosas manifestações da infância.

“Maravilhas com Variações Acrósticas no Jardim de Miró” é a homenagem literária que o poeta e dramaturgo espanhol Rafael Alberti prestou ao artista amigo e conterrâneo. Os versos são inspirados na vida de Miró e sua companheira Pilar, evocando uma viagem a um jardim imaginário cheio de flores, plantas exóticas, pássaros, insetos e pequenos animais.

Simultâneas à escrita as imagens criadas por Miró para o mesmo tema carregam a configuração visual repleta de gestos caligráficos e hieróglifos inventados. A união criativa entre Literatura e as Artes Visuais gerou esta série de litografias prensada pelas oficinas gráficas das Edições Polígrafa de Barcelona no ano de 1975. A técnica de gravura usada pelo artista possibilita imprimir cópias de uma imagem a partir de uma matriz. Produzidas artesanalmente desde o século XV distinguem-se pelas técnicas da xilogravura, linoleogravura, gravura em metal, litografia, água-tinta e serigrafia adotadas em sua produção.

Na litografia as imagens são desenhadas com giz ou pincel gorduroso sobre a superfície de pedra calcária que é molhada na entintagem. Partindo do princípio químico que água e gordura se repelem e com a aplicação de ácidos, a imagem gravada passa pelo processo de prensa litográfica manual, transferindo um a um o desenho da pedra para o papel. A mostra tem curadoria de Edson Machado.

Serviço:

O quê: Exposição “Joan Miró: Maravilhas com Variações Acrósticas no Jardim”

Quando: 23/2, das 10h até as 18h30 (abertura). Visitação até 5/5, de terça-feira a sábado das 10h às 18h30 e domingo das 15h às 18h30

Onde: Instituto Internacional Juarez Machado, Rua Lages, 994, América, Joinville

Quanto: Abertura e às quartas-feiras (gratuito). Demais dias: R$ 8/R$ 4 (meia) – vale para visitar todo o Instituto. Quem for de bicicleta não paga.

Joan Miró

 - IMG-20181023-WA0020 (1)

- IMG-20181023-WA0020 (1)

 - thumbnail_IMG-20181023-WA0021

- thumbnail_IMG-20181023-WA0021

Mais conteúdo sobre

Artes