Flip começa nesta quarta, em Paraty, com Euclides da Cunha como autor homenageado

Atualizado

A 17ª Flip vai até o domingo, dia 14, com mesas literárias, shows, debates, exibições de filmes, entre outras atividades – Tomaz Silva/Agência Brasil/ND

A 17ª Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) começa hoje (10) e vai até o próximo domingo (14). A sessão de abertura do programa principal da Flip será na noite desta quarta-feira (10), às 19h, no Auditório da Matriz, com a mesa Canudos, com participação da crítica literária Walnice Nogueira Galvão, autora de mais de 40 livros, dos quais 12 são dedicados ao escritor Euclides da Cunha, grande homenageado do evento este ano. Em seguida, às 20h, será realizado o espetáculo de abertura “Mutação de Apoteose”, no Auditório da Praça, com a presença da atriz, dramaturga, diretora e artista visual Camila Mota.

De acordo com os organizadores da Flip, haverá programações gratuitas por toda a cidade. O Programa Educativo, a Flip+, as Casas Parceiras e a Praça Aberta são alguns exemplos de atividades da festa com acesso livre para o público visitante e moradores do município. No Auditório da Praça, junto à Igreja Matriz, ocorrerão mesas literárias e shows musicais, também com entrada liberada.

Já para as mesas literárias do programa principal, que serão realizadas no Auditório da Matriz, o ingresso tem valor de R$ 55, com possibilidade de pagamento de meia-entrada. Todos os debates terão tradução simultânea e serão transmitidos para quem estiver na praça.

Quem ainda não conseguiu comprar os ingressos para o programa principal, disponíveis desde 3 de junho pela internet, poderá adquiri-los na bilheteria do evento, na fila chamada Último Minuto.

Autores

Entre os autores nacionais e estrangeiros que participam este ano da Flip estão a compositora Adriana Calcanhoto; o líder indígena e ambientalista Ailton Krenak; a artista e dramaturga brasileira Grace Passô; a artista interdisciplinar portuguesa Grada Kilomba; o escritor angolano Kalaf Epalanga, membro da banda Buraka Sim Sistema; a escritora americana Kristen Roupenian; a fotógrafa inglesa naturalizada brasileira Maureen Bisilliat; a escritora canadense Sheila Heti.

Por motivo de saúde, o biólogo e pesquisador Stuart Firestein, professor da Universidade de Columbia, Estados Unidos, onde lidera estudo sobre o sistema olfativo de animais vertebrados, cancelou sua vinda ao Brasil para participar da Flip. Firestein comandaria a Mesa 18, sobre a terra indígena Massacará, e será substituído pelo neurocientista brasileiro Sidarta Ribeiro.

Mais conteúdo sobre

Literatura