Florianópolis recebe festival internacional e itinerante de dança contemporânea

Atualizado

O Teatro Pedro Ivo recebe dois espetáculos internacionais de dança contemporânea esta semana, com entrada gratuita. A Cia À Fleur De Peau, de Paris, apresenta Un Ange Passe-Passe ou Entre Les Lignes Il Y a Un Monde, na quinta (22).

Na sexta, é a vez da montagem Café não é só uma Xícara, do Grupo Tápias (Rio de Janeiro/Paris), estrear no palco da Capital. As apresentações fazem parte do Dança em Trânsito 2019, principal festival internacional e itinerante de dança contemporânea de Santa Catarina e um dos mais relevantes do Brasil.

Café não é só uma xícara – Grupo Tápias/Divulgação/ND


O espetáculo  Un Ange Passe-Passe ou Entre Les Lignes Il Y a Un Monde é um hino ao silêncio feito pelo duo francês À Fleur De Peau que une, por meio de uma cascata de milhares de gestos precisos e sutis, o humor à emoção e a generosidade ao domínio perfeito de um estilo inimitável. Instalados em Paris, Denise Namura e Michael Bugdahn fundaram a companhia À Fleur de Peau em 1989. O grupo tem mais de 40 coreografias no repertório. A classificação é 10 anos e o tempo do espetáculo é 75 minutos.

Café não é só uma Xícara, do Grupo Tápias, é inspirada na obra fotográfica de Sebastião Salgado e evoca os encontros permeados pela presença do café: café é vício, é encontro, é intervalo, é negócio, é mimo, é familiar, é cheiro.

Cie à fleur de peau – SilviaMachado/Divulgação/ND

Dentro de todas as possibilidades do corpo de resgatar os registros do fotógrafo brasileiro Sebastião Ribeiro Salgado, a coreógrafa vai colocar em cena um trabalho que brinca esteticamente com o instante eternizado pela pesquisa que será realizada entorno da fotografia.

A ideia é que o público entre e já sinta o cheiro do café. Um exercício lírico perpassado pela fé profana ou religiosa, por crenças, tradições e espiritualidade – sem, no entanto, subtrair do ser humano o poder de transformar e recriar sua realidade. A borra do café inspira Flávia Tápias na leitura de movimentos novos, frescos como hortaliças apanhadas ao pé do orvalho.

Festival circula por cidades de SC

Pela quinta vez Florianópolis recebe o Dança em Trânsito, hoje o principal evento de Dança Contemporânea em Santa Catarina e um dos mais relevantes do país. Em 2019, o festival internacional circula por oito cidades brasileiras, além de Paris.

Em SC, o circuito começa na Capital, com espetáculos de grupos do Brasil, França, Espanha, Itália e Suíça. As cidades de Capivari de Baixo, Tubarão e Alto Bela Vista, no interior do Estado, também recebem o festival itinerante. Todas as apresentações são gratuitas.

Além de colocar em evidência a produção nacional e internacional da linguagem contemporâneo, o Dança em Trânsito tem o propósito de ocupar espaços públicos e paisagens urbanas por onde circula. Este ano, para além das apresentações nos teatros Ademir Rosa (CIC) e Pedro Ivo, quatro espetáculos serão no Largo da Catedral, no Centro, e dois no Centro de Artes da Udesc.

Agende-se 1

Un ange passe-passe ou entre les lignes il y a un monde, da Cia À Fleur de Peau (Paris)
Quando: quinta-feira, 22/8, 20h30
Onde: teatro Pedro Ivo
Quanto: gratuito. Os ingressos para as apresentações nos teatros devem ser retirados na bilheteria uma hora antes
Informações: www.dancaemtransito.com.br

Agende-se 2

Café não é só uma xícara, do Grupo Tápias (Rio de Janeiro / Paris)

Quando: sexta-feira, 23/8, 20h30
Onde: teatro Pedro Ivo
Quanto: gratuito. Os ingressos para as apresentações nos teatros devem ser retirados na bilheteria uma hora antes
Informações: www.dancaemtransito.com.br

Programação do Dança em Trânsito em Florianópolis

QUINTA, 22/8

15h30, no Ceart – Udesc
– Bolero de 4, de João Neto (Salvador)
– La Bambina Impertinente, de Cia SENSINTÉRIEURBRUT (Paris)

19h, no Teatro Ademir Rosa (CIC)
Creme do Céu, do Grupo Tápias (Rio de Janeiro)

20h30, no Teatro Pedro Ivo
Un ange passe-passe ou entre les lignes il y a un monde, da Cia À Fleur de Peau (Paris)

SEXTA, 23/8

13h, na Praça XV de Novembro
– Bolero de 4, de João Neto (Salvador)
– O azul do céu me indetermina, da Cia Referência em Arte (Rio de Janeiro)
– I am not, Trânsito Cia de Dança (Genève, Suíça)
– Al BordeMaximiliano Sanford  (Madri, Espanha)

20h30, no Teatro Pedro Ivo
Café não é só uma xícara, do Grupo Tápias (Rio de Janeiro / Paris)

Dança