Fotógrafo Sebastião Salgado recebe prêmio literário da Alemanha

Pela primeira vez em 59 anos de história um dos principais prêmios literários da Alemanha foi para um fotógrafo. E o homenageado é brasileiro. O Prêmio da Paz do Comércio Livreiro Alemão, anunciado nessa terça-feira (18), na abertura da Jornada do Livro, foi para Sebastião Salgado.

Sebastião Salgado  – Valter Campanato/Agência Brasil/ND

Leia também

De acordo com a agência de notícias pública alemã Deutsche Welle a Federação do Comércio Livreiro, que organiza o evento, justificou que o brasileiro foi escolhido por ser um artista visual que promove a “justiça e paz sociais” e confere urgência ao “debate mundial sobre a proteção da natureza e do clima”.

Além disso, com seu Instituto Terra, Sebastião Salgado criou uma instituição que presta contribuição direta para a recuperação da biodiversidade e ecossistemas.

Salgado nasceu em 8 de fevereiro de 1944 em Aimorés, Minas Gerais, e foi criado numa grande fazenda na Mata Atlântica. Foi exilado durante a ditadura militar e, nos anos 1970, passou a supervisionar como economista projetos de ajuda ao desenvolvimento na África. Ali, descobriu a paixão pela fotografia, à qual se dedica há 46 anos.

Os registros fotográficos, em preto e branco, sobre pobreza, fuga, refugiados e guerras foram os principais temas dos livros “Êxodos” e “Crianças”, publicados no ano 2000. O Prêmio da Paz do Comércio Livreiro Alemão já contemplou nomes como Albert Schweitzer, Hermann Hesse, Mario Vargas Llosa.

A cerimônia de premiação será no dia 20 de outubro.

Artes