Ilustrador Ricardo Manhães expõe desenhos baseados na periferia brasileira

A exposição “Brésils – Regards Croisés” (“Brasis – Olhares Cruzados”, em português), do ilustrador brasileiro Ricardo Manhães e do roteirista francês Jean-David Morvan, retorna a Florianópolis até o dia 15 de julho.

Exposta pela primeira vez em 2015, a mostra passou também por Porto Alegre (RS). O encontro inusitado entre os artistas, ambos de renome internacional, do universo dos quadrinhos franco-belga, gerou uma nova leitura visual e poética da periferia brasileira. “Jean tem um olhar bastante etnográfico sobre o Brasil, sem filtro mesmo, diferente de como o brasileiro fotografaria o país”, coloca Manhães. 

Ricardo Manhães - Flávio Tin/ND
Ricardo Manhães – Flávio Tin/ND

Em 2014, em passagem pelo Brasil, Morvan registrou de maneira intimista e descontraída o cotidiano das pessoas da periferia das capitais nordestinas. Assim que teve contato com tais imagens pela internet e encantado com a estética e a peculiaridade apresentadas, Manhães começou a selecioná-las e, em seguida, começou a realizar uma intervenção artística nessas fotos. 

Por meio de uma diversificada gama de cores, Manhães, que também é chargista do jornal Notícias do Dia, interpretou as fotos de Morvan livremente. Utilizando-se de diferentes tons, ele não apenas se apropriou das fotos de Morvan como potencializou a mensagem das imagens e recriou um novo significado para elas. 

O Ilustrador atua há 14 anos no mercado europeu de histórias em quadrinhos, possui 40 álbuns publicados na França, na Bélgica e na Holanda. É o criador da personagem “Gothic Girl”, cultuada por góticos em blogs do mundo todo. Neste sábado ocorre o lançamento oficial da mostra, às 16h, com bate-papo sobre o processo criativo de Manhães, como surgiu a exposição e sua trajetória. O ilustrador também dará autógrafo nos postais da exposição. 

Serviço

O quê: “Brasis – Olhares Cruzados”
Quando: até 15/7
Onde: Floripa Shopping, rod. SC-401, Saco Grande, Fpolis
Quanto: gratuito

Artes