Morre, em Joinville, Melina Mosimann, diretora de instituto e esposa de Juarez Machado

Atualizado

Morreu na manhã desta quinta-feira (18) Melina Mosimann, de 53 anos, diretora administrativa do Instituto Internacional Juarez Machado e esposa do artista catarinense Juarez Machado.

O corpo será velado ainda nesta quinta-feira, no Instituto, em Joinville. A cerimônia será reservada aos familiares por conta do novo coronavírus.

Melina Mosimann era esposa do artista catarinense Juarez Machado – Foto: Reprodução/Hildeangel

Melina é natural de Blumenau, mas cresceu em Joinville sempre em contato com as artes. Seus pais eram donos de uma galeria de artes. A mãe – Marina Mosimann – é curadora de arte e também tem uma longa história com a cidade de Joinville.

Formada em Educação Artística, Melina também estudou jornalismo, foi promotora de eventos, era sócia de uma loja de decoração e diretora do Instituto Juarez Machado, o qual ajudou a viabilizar.

Melina Mosimann havia se submetido a uma cirurgia na cabeça para retirada de um tumor e estava em recuperação. Há cerca de um ano lutava contra a doença.

Mais conteúdo sobre

Artes