Morre José Mojica Marins, o Zé do Caixão, aos 83 anos

Atualizado

Morreu nesta quarta-feira (19), aos 83 anos, o ator e cineasta José Mojica Marins, conhecido como Zé do Caixão. A notícia foi confirmada ao R7 pela filha do artista, a também cineasta Liz Marins. As informações são dos repórteres Aurora Aguiar e Ricardo Cruz, do Portal R7.

Zé do Caixão é considerado ‘pai’ do terror nacional – Divulgação/ND

Zé do Caixão morreu após apresentar uma broncopeneumonia. Ele estava internado desde o dia 28 de janeiro no Hospital Sancta Maggiore, em São Paulo.

“Ele teve momentos de melhoras, mas veio a falecer nesta quarta, às 15h46. Meu pai sofria de insuficiência renal, mas acabou tendo uma broncopeneumonia”, contou.

Leia também:

Trajetória

Marins começou a fazer cinema aos 12 anos, quando ganho uma câmera do pai. Montou uma escola de interpretação e fundou, aos 17 anos, a Companhia Cinematográfica Atlas.

Criou o personagem Zé do Caixão em 1963, após um pesadelo em que um vulto o arrastava para seu túmulo, e a primeira aparição foi no filme À Meia Noite Levarei sua Alma. Como diretor e ator, foi mais reconhecido nos Estados Unidos e Europa do que no Brasil.

Nos anos 90, Marins apresentou o Cine Trash, na Bandeirantes, e recentemente passou a apresentar O Estranho Mundo de Zé do Caixão, no Canal Brasil.

Dirigiu cerca de 40 filmes e atuou em 26 títulos. Foi premiado na Espanha, França e em festivais nacionais como o de Paulínia.

Mais conteúdo sobre

Famosos