Mulheres geek: Manu Cunhas e Carol Pimentel são destaques de evento em Florianópolis

Reconhecimento. Para as artistas Manu Cunhas e Carol Pimentel essa palavra já faz parte do dia a dia. Atuantes no cenário geek, elas têm trabalhos importantes publicados e desenvolvidos na área, Manu com suas ilustrações aquareladas e Carol com as traduções de quadrinhos da Marvel Comics no Brasil.

As duas artistas participam da 5ª edição do Circuito Catarinense de Quadrinhos que começa neste sábado (10) em Florianópolis.

O livro “Outras meninas” reúne 80 ilustrações de corpos femininos – Divulgação/ND

Natural de Tubarão, Manu Cunhas é responsável por quatro livros autorais. O mais recente, “Outras meninas”, reúne 80 ilustrações de mulheres nuas, propondo uma reflexão sobre os corpos femininos.

Leia também

O processo de criação da obra começou em uma rede social. Nela, mulheres encaminhavam relatos sobre seus corpos para Manu, que as desenhava a partir de fotos enviadas juntamente com os textos. As publicações tiveram um bom alcance instigando a ilustradora a reuni-las em um livro.

Manu Cunhas inscreveu, sem pretensão, seu livro no Prêmio Jabuti e ficou em segundo lugar na categoria Ilustração – Divulgação/ND

A publicação de “Outras meninas” foi possível graças a um financiamento coletivo que tinha como meta R$ 10 mil e recebeu R$ 21 mil através de doações voluntárias.

O mesmo método foi adotado na publicação de “Como diria meu gato”, “Guia de cuidados felinos” e “Ao acaso: mulheres livres, mamilos polêmicos”.

“Depois que o financiamento deu certo, eu resolvi me inscrever no Prêmio Jabuti sem compromisso”, diz Manu. O livro ficou em segundo lugar na categoria Ilustração na edição 59º do prêmio.

Formada em design pela Udesc (Universidade do Estado de Santa Catarina), Manu começou a desenhar na infância. Inspirando-se em trabalhos de outros artistas e fazendo cursos gratuitos na internet.

Formada em física, Carol Pimentel atua na tradução de quadrinhos

Diferente de Manu, Carol Pimentel passou por vários cursos antes de trabalhar com quadrinhos. Ao todo, foram cinco faculdades incompletas até a formação em física. Ela foi ainda diretora da Escola de Astrofísica de São Paulo.

A astrofísica Carol Pimentel é editora-chefe da Marvel no Brasil – Divulgação/ND

O interesse pelos quadrinhos surgiu enquanto trabalhava com astrofísica. “Tudo que a gente faz na vida ajuda a trabalhar com quadrinhos. Você tem personagens que são médicos, físicos e engenheiros”, comenta Carol.

Mestre em Tradução de Histórias em Quadrinhos pela USP (Universidade de São Paulo), Carol defendeu em sua tese a influência das vivências no trabalho do tradutor. A pesquisa era baseada em textos do sociólogo francês Pierre Bourdieu.

O convite para trabalhar na Marvel aconteceu em 2014.  Atuando como editora assistente, ela desenvolveu seus  primeiros trabalhos com os quadrinhos do Homem-Aranha, Velho Logan e X-Men.

“Era uma loucura. Nós tínhamos que administrar toda a produção e entender tudo que estava sendo feito. A gente tinha que ver o material que ia ser trazido para o Brasil e que tipo de publicação ia ter. Tudo isso com uns três meses de antecedência para estar na banca na época certa”, diz Carol.

Em abril deste ano, Carol Pimentel deixou a Marvel para trabalhar e se dedicar a outros projetos.

Circuito contará com mais de 200 horas de atividades na programação

Com mais de 200 horas de atividades programadas, começa neste sábado (10) o “Circuito Catarinenses de Quadrinhos”. O evento tem como objetivo fomentar o mercado criativo na Capital.

Nomes importantes da cena geek brasileira estarão presentes no evento. Oficinas, master classes e conversas com artistas estão programadas em todos os dias do circuito, que se estende até 18 de agosto.

Serviço:

O quê: Circuito Catarinense de Quadrinhos

Quando: de 10 a 18/8, diversos horários

Onde: Beiramar Shopping, Rua Bocaiúva, 2468, Centro, Florianópolis

Quanto: Gratuito

Mais informações: https://www.circuitodequadrinhos.com.br/

Cultura