Quatro dias após receber alta, cantor Sérgio Reis é internado de novo

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Sérgio Reis voltou a ser internado no Sírio Libanês nesta sexta-feira (24), quatro dias após receber alta do hospital em São Paulo. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do cantor.

O deputado e cantor Sérgio Reis, durante uma apresentação em 2015 - Antonio Cruz/Agência Brasil/Divulgação
O deputado e cantor Sérgio Reis, durante uma apresentação em 2015 – Antonio Cruz/Agência Brasil/Divulgação

Na primeira internação, Sérgio Reis ficou 20 dias no hospital. O cantor e deputado federal passou por uma cirurgia cardíaca. O hospital ainda não divulgou um boletim médico sobre o que teria levado à segunda internação. De acordo com o último boletim médico, divulgado em 7 de agosto, ele apresentou quadro de fibrilação atrial, que motivou o procedimento cirúrgico de ablação de arritmia, visando controlar a irregularidade dos batimentos do coração.

Aos 78 anos, o cantor vem sofrendo com problemas cardíacos já há algum tempo. Em 2014, ele precisou permanecer seis dias internado após sofrer uma taquicardia. No ano seguinte, com a recorrência dos sintomas, precisou implantar um marca-passo.

Música

Quatro dias após receber alta, cantor Sérgio Reis é internado de novo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Sérgio Reis voltou a ser internado no Sírio Libanês nesta sexta-feira (24), quatro dias após receber alta do hospital em São Paulo. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do cantor.

Na primeira internação, Sérgio Reis ficou 20 dias no hospital. O cantor e deputado federal passou por uma cirurgia cardíaca. O hospital ainda não divulgou um boletim médico sobre o que teria levado à segunda internação. De acordo com o último boletim médico, divulgado em 7 de agosto, ele apresentou quadro de fibrilação atrial, que motivou o procedimento cirúrgico de ablação de arritmia, visando controlar a irregularidade dos batimentos do do coração.

Aos 78 anos, o cantor vem sofrendo com problemas cardíacos já há algum tempo. Em 2014, ele precisou permanecer seis dias internado após sofrer uma taquicardia. No ano seguinte, com a recorrência dos sintomas, precisou implantar um marca-passo.

Mais conteúdo sobre

Variedades