Revista “Interview”, fundada por Andy Warhol, fecha após 50 anos

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A revista de cultura e moda “Interview”, fundada por Andy Warhol em 1969, fechou as portas após meio século, segundo funcionários da empresa.

Conhecida por suas capas produzidas por Richard Bernstein e por retratar a alta sociedade de Nova York nos anos 1970, a revista trazia entrevistas em formas experimentais e pouco usuais, muitas vezes assinadas pelo próprio Andy Warhol.

A revista foi publicada também no Brasil durante os anos 1980, com artistas na capa como Glória Pires, Débora Bloch, Patrícia Pillar, Isadora Ribeiro e Bruna Lombardi.

Após a morte de Warhol, em 1987, a Interview adotou um formato mais convencional. Em 1989, a publicação foi adquirida pelo colecionador de arte bilionário Peter Brant.

Seu projeto foi repaginado em 2008, quando foi relançada com uma capa da modelo Kate Moss. Segundo o jornal britânico Guardian, antes de fechar, a publicação já havia sido despejada de seu escritório no SoHo, em Manhattan, em fevereiro deste ano.

Ainda de acordo com o jornal, o ex-diretor editorial da Interview, Fabien Baron, está processando a Brant Publications (de Peter Brant), pedindo mais de US$ 600 mil (R$ 2,2 milhões) em trabalhos de consultoria e moda que não foram pagos.

O editor da versão online da revista, Trey Taylor, anunciou o encerramento da publicação em sua conta do Twitter. “Após dez meses no emprego dos meus sonhos, hoje é meu último dia, infelizmente, já que a revista fechou.”

Mais conteúdo sobre

Literatura

Revista Interview, fundada por Andy Warhol, fecha após 50 anos

Atualizado

SILAS MARTÍ

NOVA YORK, EUA (FOLHAPRESS) – Ninguém precisou de uma bola de cristal para prever o fim de uma revista que marcou época apelidada de “bola de cristal do pop”. Depois de uma longa agonia financeira e brigas que se arrastam nos tribunais, a Interview, publicação fundada pelo artista Andy Warhol em 1969, está fechando as suas portas.

Atolada em dívidas trabalhistas e ameaçada de uma ação de despejo de seus escritórios no SoHo nova-iorquino, a publicação disse não ter mais condições de continuar circulando, acrescentando num comunicado que já vinha operando no vermelho.

Depois da morte de Warhol, em 1987, a Interview foi comprada pelo bilionário Peter Brant, um conhecido colecionador de arte.

A Interview moldou uma parte importante da cultura de celebridades, estampando na capa uma Madonna em plena ascensão ao olimpo do pop, um Leonardo DiCaprio ainda adolescente e um Mark Wahlberg recém-saído de seus anúncios para as cuecas Calvin Klein.

Uma versão brasileira da publicação chegou a circular nas décadas de 1980 e 1990.

Mais conteúdo sobre

Jornalismo

Nenhum conteúdo encontrado