Sessão de cinema é adaptada para crianças com distúrbios sensoriais

Atualizado

O projeto Sessão Azul foi criado em 2015 para crianças com distúrbios sensoriais, com Transtorno de Espectro Autista e suas famílias. Durante toda a exibição, os espectadores poderão andar e falar à vontade, cantar as músicas do longa. Em um ambiente com som mais baixo e luz levemente acesa.

Projeto sessão Azul já passou por Florianópolis – Foto: Reprodução Facebook/ND

As exibições são realizadas ao longo do ano em cinemas de várias cidades com apoio de ONGs, clínicas especializadas e associações de pais ligadas ao autismo. As sessões contam ainda com apoio de profissionais voluntários. Em Florianópolis, há também programação de Sessão Azul.

Leia também:

A proposta é que essa atividade seja uma extensão do trabalho terapêutico realizado com a criança, aumentando o engajamento dos pais no processo de tratamento.

O Sessão Azul é uma iniciativa gerida pela CapaciTEAutismo Entretenimento e conta com patrocínio de shoppings, bem como parcerias de ONGs e instituições voltadas para o autismo.

Quando há a opção de mais de um filme com temática infantil em versão dublada, a CapaciTEAutismo faz uma enquete no site, com duas opções, para que o público escolha qual filme será exibido.

Além de sessões de cinema, o Sessão Azul também organiza visitas adaptadas ao AquaRio e a peças de teatro.

Mais conteúdo sobre

Cinema