Escultor italiano vende obra invisível por R$ 93 mil. Veja!

Você pode não estar preparado para isso, mas aconteceu mesmo. Foi com a chamada obra de arte NFT, ou Non-Fungible Token

Quem diz que artista não sabe fazer dinheiro vai mudar de ideia depois desta. Um escultor italiano vendeu sua mais recente obra por US$ 18 mil – cerca de R$ 93 mil. Até aí, sem novidade. No entanto, o lado curioso é que se trata de uma obra de arte imaginária. Ou seja, ela só existe na imaginação do vendedor e do comprador.

Para ser mais claro: o artista vendeu uma obra de arte invisível.

Você pode não estar preparado para isso, mas aconteceu mesmo. Foi com a chamada obra de arte NFT, ou Non-Fungible Token. Em tradução aproximada, algo como símbolo não fungível, ou “algo que não se consome após o uso”. Assim, a obra de arte será sempre ela em essência… O token não fungível também garante ao comprador algo como um certificado, uma prova de que a obra seria autêntica.

O escultor Salvatore Garau, autor da obra de arte invisível que nem ele mesmo vê, mas tá ali… – Foto: Reprodução InstagramO escultor Salvatore Garau, autor da obra de arte invisível que nem ele mesmo vê, mas tá ali… – Foto: Reprodução Instagram

O “pulo do gato” do escultor Salvatore Garau, autor da tal obra invisível, é que sua escultura não existe em forma física, porém em “ar e espírito”.

A escultura se chama “Io Sono”, ou “Eu Sou”, devidamente traduzida para o português. O autor tem 67 anos e é natural da ilha da Sardenha. Salvatore é conhecido na Itália pelo seu trabalho abstrato, conceitual. Já expôs em vários museus da Europa e na prestigiada Bienal de Veneza.

O artista, em entrevista ao site HypeBeast, garante que sua obra é absolutamente real. Porém, foi criada como um vácuo. Existe sem existir.

+

Escultura