Fábio Machado

Rotina, contratações e análise dos jogos dos clubes catarinenses. A história do futebol no Estado é resgatada com postagens que relembram os títulos e jogadores que marcaram Santa Catarina.


Os talentos catarinenses no remo que conquistaram vagas nos Jogos Paralímpicos de Tóquio

Três atletas e dois membros da comissão técnica vão representar o remo de Santa Catarina nos Jogos Paralímpicos de Tóquio que estão programados para ocorrer entre os dias 24 de agosto a 05 de setembro

O remo brasileiro classificou mais 1 barco para os Jogos Paralímpicos de Tóquio. E tem talentos do remo de Santa Catarina nessa conquista. Valdenir Júnior, do Aldo Luz, e a remadora Ana Madruga, do Martinelli, fizeram parte do barco quatro com PR3 misto que conquistou uma das 2 vagas na regata pré-olímpica, em Gavirate, na Itália. Na foto, Jr (de óculos) e Ana (a primeira em pé) ao lado da equipe: Jairo Klug, do Pinheiros, SP, Diana Barcellos, do Flamengo, RJ, e o timoneiro Juscelino Silva (Birigui), do CR Guanabara, do Rio de Janeiro.

Equipe que conquistou vaga nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. – Foto: Feresc/divulgação/NDEquipe que conquistou vaga nos Jogos Paralímpicos de Tóquio. – Foto: Feresc/divulgação/ND

CATARINENSES

Além da Ana Madruga e do Valdenir Júnior, outra atleta de Santa Catarina estará na competição. É a Josiane Lima, do Aldo Luz. Nas comissões técnicas, Fernando Carvalho e Guilherme Soares também vão representar o remo estadual.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.