“Abri mão de mim”, afirma o técnico Geninho sobre saída do Avaí

Atualizado

A decisão sobre saída do técnico Geninho do Avaí partiu do próprio treinador. Em entrevista à rádio Guarujá na manhã desta terça-feira (18), o profissional detalhou o processo que culminou com o comunicado de seu desligamento na noite de segunda-feira (17).

“Eu conversei com o pessoal logo após o jogo do Palmeiras. [O presidente] Battistotti, o [vice] Amaro, os diretores que estavam lá, o Joceli [dos Santos, gerente de futebol], o Evando [auxiliar] estava presente… eu disse a eles que se tivesse que ocorrer alguma mudança esse era o momento porque vai haver uma paralisação”.

Técnico Geninho afirmou que saída do Leão foi decidida de forma profissional – Flávio Tin/ND

Leia mais:

Sem vencer na Série A, Geninho não é mais técnico do Avaí

A justificativa do treinador é dar ao seu substituto a possibilidade de trabalhar com tempo para a sequência do Campeonato Brasileiro, por causa da parada da Copa América. Por isso, as partes chegaram a um acordo antes da reapresentação do grupo na próxima terça-feira, em Águas Mornas.

“Nos já estamos nessa paralisação. O clube teria a possibilidade de contratar um profissional, esse profissional teria a oportunidade de conhecer o grupo, trabalhar com esse grupo, fazer uma intertemporada com esse grupo, implementar a sua filosofia de trabalho”, afirmou.

Geninho lamentou o começo ruim de Série A, apear de boas partidas do time e exaltou o trabalho iniciado em 2019 com o título catarinense. “Nós tentamos fazer um bom trabalho. Um trabalho que teve um começo positivo, com um título que o clube não conseguia há praticamente sete anos. Mas infelizmente a gente sai de um começo de campeonato muito ruim. Apesar de a equipe ter feito boas atuações, mas a equipe tem pecado… tem pecado em não fazer gols e isso tem nos trazido prejuízos”, explicou.

O profissional reafirmou sua amizade com os diretores, mas pesou na hora da decisão o bem maior, segundo ele, o próprio Avaí. “Pensei muito no clube, abri mão de mim… Espero que essa minha saída traga algum benefício ao clube”.

O Avaí ainda não anunciou seu novo treinador. O nome mais especulado é o de Alberto Valentim, cujo último trabalho foi no Vasco, de onde saiu recentemente.

Mais conteúdo sobre

Futebol