Conteúdo por Gazeta Esportiva

Alison e Felipe Melo fazem duelo de cães de guarda na Vila Belmiro

Atualizado

O clássico entre Santos e Palmeiras deve ter um duelo de cães de guarda nesta quarta-feira, a partir das 21h30 (de Brasília), na Vila Belmiro, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Alison e Felipe Melo são os volantes de contenção das equipes paulistas, responsáveis por proteger a defesa e cada vez mais presentes na construção ofensiva. Ambos possuem fama de violentos e buscam dosar a força.

O santista de 26 anos tem 35 desarmes, 25 faltas cometidas e cinco cartões amarelos em 13 partidas no Brasileirão. O experiente palmeirense de 36 anos possui 46 desarmes, 33 faltas cometidas, oito cartões amarelos e um vermelho em 17 jogos no Nacional.

Alison participou de quatro dos últimos cinco compromissos do Peixe e treinou como titular durante a semana. O Menino da Vila é visto como fundamental pelo técnico Jorge Sampaoli para cobrir a subida dos laterais e recupera a posse de bola na intermediária defensiva.

Foto: Arte Gazeta Esportiva

Com a marcação como principal característica, Alison é cobrado pelo treinador para participar mais do ataque e arriscar passes de maior dificuldade. À procura de evolução, ele faz parte do rodízio de Sampaoli e não é titular absoluto.

Com boa saída de bola, Felipe Melo vem sendo um dos principais jogadores do Palmeiras na temporada, iniciada com Luiz Felipe Scolari. O veterano manteve o moral com a chegada de Mano Menezes e participou de todos os jogos desde a chegada do novo técnico, com exceção da estreia, já que estava suspenso.

Aos 36 anos, o combativo Felipe Melo ainda tem dificuldades para controlar o lado emocional e se manter longe de confusões, evitando as suspensões excessivas. Ocasionalmente, em função da idade avançada, o aspecto físico também pesa para o veterano meio-campista.

Temperamental, Felipe Melo já viveu polêmica na Vila Belmiro. Após virada do Palmeiras pelo Campeonato Paulista 2017, ele provocou a torcida local: “A gente está acostumado a jogar em caldeirão. Nunca vi caldeirão com cinco mil, oito mil”, ironizou o volante, que será titular na noite desta quarta-feira.

Futebol