Conteúdo por Gazeta Esportiva

Amanda Nunes nocauteia Holly Holm e Marreta cai para Jon Jones no UFC

Atualizado

Na madrugada deste domingo, dois brasileiros subiram ao octógono no UFC 239 em Las Vegas, nos Estados Unidos. No feminino, Amanda Nunes nocauteou a norte-americana Holly Holm, ao passo que no masculino, Jon Jones levou a melhor sobre Thiago Marreta.

Defendendo o cinturão do peso-galo (até 61kg), Amanda Nunes enfrentou um ambiente um tanto hostil em Las Vegas. Lutando em casa, Holly Holm tinha o apoio da torcida, que ditava o ritmo da arena com gritos de “Holly” e “USA”. No entanto, a brasileira não se intimidou, e os 4m10s do primeiro round, nocauteou a adversária com um chute alto, justamente o mesmo golpe que a norte-americana havia utilizado para bater Ronda Rousey.

“Me sinto fantástica. Muita gente fala que o que acontece em Vegas fica em Vegas, mas esses cinturões vou levar para casa. Eu sabia que eu ia pegá-la com esse golpe. Eu queria nocautear ela com o golpe em que ela é especialista, e foi isso. Ela era a única ex-campeã que faltava eu vencer, e eu venci. Dana, amanhã vou te ligar para resolver o que vamos fazer do meu futuro. Brasil, minha família, todos, estamos juntos, é tudo nosso. Essa semana foi especial para mim, ganhei 3 prêmios no Oscar do MMA. Gostaria de agradecer a todos meus fãs”, disse a Leoa após o triunfo.

Thiago Marreta, por sua vez, enfrentou Jon Jones, e sabia que não teria missão fácil. No entanto, o amplo favoritismo do norte-americano não foi observado dentro do octógono. O brasileiro conseguiu uma performance de alto nível, e caiu apenas na decisão dividida. Na avaliação dos juízes, vitória de Jones por 48-47, 47-48 e 48-47, resultado que rende o cinturão do peso-meio-pesado (até 93kg) para o bicampeão meio-pesado do UFC.

“Eu joguei seguro, peço desculpas para os fãs que queriam que essa luta terminasse em nocaute. Ele é muito duro. Thiago Santos é um faixa-preta de muay thai, estou orgulhoso de mim. Eu achei que estava vencendo, nós estávamos jogando um jogo de xadrez muito inteligente. Toda vez que você luta contra um cara de muay thai, você precisa ser inteligente. Os chutes me machucaram muito, eu acho que ele conseguiu explorar um ponto que todos buscaram até hoje e ninguém tinha conseguido. Ele conseguiu explorar uma falha no meu jogo que eu prometo que não terá na próxima vez”, avaliou Bones.

Mais Esportes