Amparado pela torcida, São Paulo tenta manter retrospecto contra ‘freguês’

Em 2015, Tricolor disputou quatro jogos contra o clube carioca, venceu três e empatou um. Antes do jogo deste domingo, jogadores receberam o apoio de torcedores organizados

Divulgação

Amparado pelo retrospecto e por seus torcedores. É assim que o São Paulo encara o Vasco neste domingo, às 16h, no Morumbi, para se reabilitar no Campeonato Brasileiro após perder para o Fluminense por 2 a 0. Uma vitória é essencial para dar tranquilidade ao recém-chegado Doriva e aliviar a crise política. A previsão é das melhores.

Pelo que já aconteceu em 2015, não haveria adversário melhor para o São Paulo voltar a vencer. A equipe carioca virou freguês do Tricolor este ano. Em quatro jogos até aqui, em quatro palcos diferentes, foram três vitórias são-paulinas e um empate (mais abaixo).

Nos confrontos, estão duas goleadas (4 a 0 e 3 a 0), no Brasileiro e Copa do Brasil. O São Paulo marcou dez gols contra os vascaínos e foi vazado apenas duas vezes. Quer mais motivação? Sim, é possível.

Neste sábado, os jogadores ganharam um aliado para tentar voltar ao G4 e chegar bem à semifinal da Copa do Brasil contra o Santos, a partir de quarta-feira. Centenas de torcedores acompanharam o último treino da equipe no CT da Barra Funda.

Com faixas, bandeiras e instrumentos musicais, os membros de organizadas entoaram cânticos de apoio aos atletas e ao técnico Doriva. Nas redes sociais, o São Paulo agradeceu o carinho dos torcedores.

Fazia muito tempo que o treino não era aberto para a presença de torcedores como a manifestação de ontem. O vice-presidente de futebol Ataíde Gil Guerreiro, inclusive, já até mudou uma atividade para o Morumbi para fugir de um protesto. A atitude irritou os organizados.

Em meio à crise que se instaurou no clube nos últimos dias com a queda de Carlos Miguel Aidar da presidência, o São Paulo tem um cenário favorável contra o Vasco. Um tropeço dentro de casa afastará a tranquilidade de Doriva e trará pressão.

O técnico foi ousado ao abandonar as principais ideias de seu antecessor, Juan Carlos Osorio, e vai mexer no time. Luiz Eduardo deve entrar na zaga, enquanto Rodrigo Caio será volante. Hudson deixa o time.

CONTRA O VASCO EM 2015

ESTREIA

No primeiro jogo do ano, pelo torneio Super Séries, na Arena Amazônia, o Tricolor bateu o Vasco por 2 a 1, com gols de Luis Fabiano e Souza. Bruno fez contra. Com a vitória, a equipe se classificou para a final, mas perdeu o título para o Flamengo com derrota por 1 a 0.

GOLEADA I

No primeiro primeiro turno do Brasileiro, no Mané Garrincha, Tricolor fez 4 a 0 no dia em que completou-se um ano do 7 a 1 da Alemanha sobre o Brasil, na Copa do Mundo. Pato, Michel Bastos, Wesley e Boschilia marcaram.

GOLEADA II

Pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, nova vitória com folga do São Paulo. No Morumbi, Alexandre Pato comandou a goleada por 3 a 0 com dois gols. Luis Fabiano também deixou sua marca e concedeu enorme vantagem para a volta. Fabuloso saiu lesionado.

O BÁSICO

Com a vaga encaminhada na ida, Tricolor só administrou no Maracanã. Ainda sobre o comando de Juan Carlos Osorio, time saiu atrás, mas o argentino Centurión marcou e assegurou a classificação para a próxima fase: 1 a 1.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...