Antes de decisão, Chapecoense fica no empate contra o Avaí na Arena

Leão é melhor no primeiro tempo, mas Verdão do Oeste tem desempenho superior nos 45 minutos após rival ter gol anulado. Foco da Chape passa a ser o River Plate

Nada de gols em Chapecó neste domingo para o duelo entre Chapecoense e Avaí, que ficaram no 0 a 0 em jogo válido pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Resultado que não pode ser encarado como desastroso pela Chape, que segue com certa “gordura” para a zona do rebaixamento, mas preocupa projetando o segundo duelo diante do River Plate, na próxima quarta, quando o Verdão do Oeste precisa de boa vitória para avançar na Copa Sul-Americana. 

A Chapecoense, agora com 39 pontos na tabela, volta a atuar pelo Brasileirão no próximo domingo, quando, também na Arena Condá, receberá o Atlético-PR, às 17h. Já o Avaí, um dia antes, terá o Cruzeiro como rival. O jogo, na Ressacada, terá início às 19h30. O Leão pode voltar à zona do descenso caso o Goiás vença o Cruzeiro neste domingo. 

E MAIS:
> TEMPO REAL: Veja como foi, lance a lance, o duelo na Arena Condá
> TABELA: Os detalhes das campanhas de Chapecoense e Avaí

AVAÍ MELHOR, MAS PLACAR ZERO NO PRIMEIRO TEMPO

Mesmo com o segundo duelo diante do River Plate pela frente, o técnico Guto Ferreira, ciente da necessidade de a Chape seguir afastada da zona do rebaixamento, não poupou nenhum titular. Apostando na dupla William Barbio e Apodi, a Chape tentou tomar para si as rédeas do jogo, mas encontrou um rival bem postado em campo. Cleber Santana, suspenso, fez falta. Chance de gol para o time da caa no primeiro tempo? Apenas uma após cruzamento de Maranhão para Túlio de Melo.

Marcando com eficiência, o Avaí ainda foi mais objetivo com a bola nos pés. Os contra-ataques, jogada que estava no script do time para o jogo, levaram perigo para o gol de Danilo, que fez a diferença para a Chape. Romulo, em duas oportunidades, viu o camisa 1 rival evitar seus gols. O Leão teve mais posse de bola e finalizações, mas faltou aquele “detalhe” para tirar o zero do placar na Arena Condá na etapa inicial. 

AVAÍ TEM GOL ANULADO, CHAPE MELHOR, MAS JOGO TERMINA SEM GOLS

O Avaí voltou melhor e logo no começo da etapa final venceu Danilo, mas foi prejudicado. O árbitro Anderson Daronco entendeu ter sido falta de Romulo em Gil antes de o atacante cabecear sem qualquer chance para o goleiro da Chape, que escorregou no lance. O gol acabou anulado. A Chape reagiu com o passar dos minutos, quando passou a trabalhar melhor a bola.

Guto Ferreira teve mais êxito em suas alterações, pois a Chape seguiu melhor, tendo mais volume de jogo e posse de bola. Faltou, no entanto, capacidade para transpor a última linha de defesa do Avaí, que recuou além do esperado. Também faltou sorte, já que o cruzamento de Maranhão, atuando na direita após a entrada de Ananias, foi interceptado por Jubal. Jubal que quase marcou contra, aos 38. 

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 0 X 0 AVAÍ

Local: Arena Condá, Chapecó (SC)
Data-hora: 25/10/2015 – 17h
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Auxiliares: Marcelo Bertanha Barison (RS) e Carlos Henrique Selbach (RS)
Público/Renda: 7.919 presentes/R$ 85.160,00
Cartões amarelos: Gil (CHA); Renan e Romário (AVA)
Cartões vermelhos: Não divulgados.

Gols: Não houve. 

CHAPECOENSE: Danilo, Apodi (Mateus Caramelo, 16’/2ºT) Neto, Thiego e Dener, Bruno Silva, Gil e Camilo (Tiago Luis, 31’/2ºT); William Barbio (Ananias, 16’/2ºT), Túlio de Melo e Maranhão – Técnico: Guto Ferreira

AVAÍ: Vagner; Nino Paraíba, Antonio Carlos, Jubal e Romário; Renan, Eduardo Neto e Camacho (Renan Oliveira, 21’/2ºT); Everton Silva (Anderson Lopes, 16’/2ºT), André Lima e Romulo (Tinga, 36’/2ºT) – Técnico: Gilson Kleina.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...