Escudo: Figueirense
FIG Figueirense
Escudo: Cuiabá
CEC Cuiabá
Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC) - 17/11/2019 às 18h30

Figueirense só empata e desperdiça a chance de abrir vantagem do Z4

O Figueirense desperdiçou mais uma oportunidade de mandar para longe o insistente fantasma do rebaixamento à Série C. No início da noite deste domingo (17), em Florianópolis (SC), o Furacão não passou de um empate sem gols com o Cuiabá e, assim, não conseguiu abrir quatro pontos de vantagem para o Londrina, o primeiro time dentro do Z4.

O ponto, no entanto, pode ser comemorado uma vez que mantém três pontos de vantagem para o Z4. O time aposta nos dois jogos restantes na competição, contra o CRB, em Maceió (AL) e Operário, em Florianópolis (SC), para garantir a permanência na Série B em 2020.

História do jogo

Torcida do Figueirense nos arredores do Scarpelli antes de a bola rolar – Foto: Diogo de Souza/ND

No dia 20 de agosto o Figueirense entrava para a história do futebol nacional – e mundial – ao se recusar entrar em campo diante do Cuiabá, em jogo válido pela 17ª rodada da Série B.

Com o episódio consolidado, julgado e condenado, o destino tratou de recolocar o mesmo adversário em um momento tão ou mais simbólico. Dono de uma invencibilidade de nove jogos, o Figueirense teve a chance de aumentar esse índice e encaminhar sua permanência na Série B, em 2020, num claro movimento oposto se comparado há quase três meses.

Ao lado do grande retrospecto alcançado entre os trabalhos de Márcio Coelho e Pintado, respectivamente, o Figueirense foi consideravelmente “ajudado” na rodada uma vez que dois dos seus concorrentes diretos, Vila Nova e Londrina, não saíram de empates com Sport Recife e Botafogo-SP, respectivamente.

O clima abafado em um domingo de céu claro e término de feriadão, o estádio Orlando Scarpelli formou-se, mais uma vez, para um grande festa. Como outrora era corriqueiro no bairro do Estreito, as ruas ao redor do estádio alvinegro estava tomadas por torcedores em alvinegro crentes na vitória.

Bola rolando

Com a bola rolando não foi essa maravilha toda. O time, apesar da força da arquibancada, encontrou grandes dificuldades para criar em cima da bem postada defesa do Cuiabá.

Betinho, de grande atuação contra o Cuiabá, pela Série B 2019 – Foto: Cristiano Andujar/Estadão Conteúdo

O adversário, envolvido na final da Copa Verde – onde disputa o título com o Paysandu – e sem maiores pretensões na tabela, chegou de “sangue doce” para o confronto. Não significou facilidades para o time da casa, entretanto.

A segunda etapa do Figueirense foi melhor já que o time de Pintado, impulsionado pela troca de Victor Guilherme por Kauê. O insinuante lateral aumentou a força do Figueirense pelo lado direito e o time, ao contrário dos primeiros 45 minutos, conseguiu finalizar e empilhar chances contra o Cuiabá.

Nenhuma delas, contudo, foram transformadas em bola na rede. Fim de jogo e uma grande chance desperdiçada pelo Figueirense de abrir vantagem no Z4.

Próxima parada

Na próxima sexta-feira (22) o Figueirense vai à Maceió (AL) para encarar o CRB, na penúltima aparição alvinegra nesta Série B. O jogo pode selar a permanência do Furacão na Série B 2020. Já o Cuiabá, sem muito mais a ser feito, joga contra o Botafogo, em São Paulo (SP).

Ficha técnica:

Figueirense: Pegorari; Kauê (Victor Guilherme), Pereira, Héliton e Conrado; Patrick, Betinho e Fellipe Mateus (Andrigo); Jefferson Renan, Rafael Marques e Breno (Robertinho). Técnico: Pintado.

Cuiabá: Victor Souza; Jonas (Toty), Léo, Hélder Maciel e Alex Ruan; Moisés, Lucas Braga, Djavan e Bressan; (Jefinho) Augustin Gutierrez (Felipe Marques) e Josiel. Técnico: Marcelo Chamusca.

Cartões amarelos: Pereira, Betinho (FIG); Jonas, Helder Maciel, Djavan, Augustín Gutierrez (CUI)

Arbitragem: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS); auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Tiago Augusto Kappes Diel (RS).

Local: estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC). Data: 17/11/19

Lances da partida

Futebol