Escudo: Figueirense
FIG Figueirense
Escudo: Ponte Preta
PON Ponte Preta
Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC) - 15/08/2019 às 21h45

Figueirense perde para Ponte Preta, chega a 7ª partida sem vitória e aumenta sua crise

O Figueirense perdeu por 1 a 0 para a Ponte Preta na noite desta quinta-feira (15), no estádio Orlando Scarpelli, em jogo válido pela 16ª rodada da Série B. Com o revés o time de Vinícius Eutrópio chegou ao 7º jogo sem vitória e terminou, de vez, com a paciência do torcedor alvinegro.

O jogo

O Figueirense entrou em campo para, mais uma vez, tentar esquecer as turbulências que acometem o clube desde o início de janeiro. Dentro das quatro linhas, mais que isso, o time de Vinícius Eutrópio entrou em campo para quebrar um jejum de seis jogos sem vitórias, o maior tabu da Série B.

O duelo desta noite, em Florianópolis, marcou a estreia do técnico Vinícius Eutrópio junto a torcida na qual, em mais de uma oportunidade, ele elogiou e convocou.

Vinícius Eutrópio, técnico do Figueirense – Matheus Dias/FFC

Seja pelo adiantado da hora, pelo clima na capital catarinense ou até mesmo pelo momento do clube, o torcedor compareceu de maneira tímida nas dependências do estádio Orlando Scarpelli. Os que estiveram, inclusive, demonstraram muita impaciência com o time e, mais ainda, com a direção que voltou a ser alvo de cânticos reivindicando “salários em dia” e “respeito” com a instituição.

Em campo os primeiros 45 minutos do alvinegro foram tímidos. Sem criatividade, o time esbarrou no sistema defensivo do time de Jorginho que, nos primeiros movimentos se mostrou sólido.

O time visitante, inclusive, chegou ao gol aos 31’. Henrique Trevisan, revelado nas categorias de base do clube, fez jogadaça pela esquerda e, após tabela com Marquinhos, chegou a linha de fundo e rolou para trás: Diego Renan, outro ex-jogador do Figueirense, completou para o gol de Matheus Vidotto que nada conseguiu fazer. Festa do time visitante e revolta do torcedor presente.

A segunda etapa a situação piorou. Além de não mostrar força para buscar o resultado, a segunda etapa foi marcada por muita impaciência do torcedor que, a cada erro, manifestava toda sua revolta contra o momento da equipe e do clube.

E se manteve dessa maneira até o final. Sem gol do Figueirense e muito protesto por parte do torcedor alvinegro.

Próxima parada

O Figueirense volta a campo no próximo dia 20, terça-feira, onde encara o Cuiabá, no Mato Grosso. Já a Ponte Preta joga um dia depois, na quarta, em Campinas-SP, fechamento da rodada contra o CRB.

Ficha técnica:

Figueirense: Matheus Vidotto (Elisson); Alemão Teixeira, Alemão, Ruan Renato e Roberto; Zé Antônio, Betinho (Juninho) e Tony; Fellipe Mateus (Fellipe Mateus), Rafael Marques e Willian Popp. Técnico: Vinícius Eutrópio.

Ponte Preta: Ivan; Diego Renan, Airton, Reginaldo e Trevisan; Washington, Camilo, Gerson Margão e Mateus Vargas (Dadá); Marquinhos (Tiago Real) e Tiago Marques (João Carlos). Técnico: Jorginho.

Gols: Diego Renan (31/1T)

Cartões amarelos: Alemão (FIG); Ivan, Henrique Trevisan, Camilo, João Carlos (PON)

Cartão vermelho: Matheus Lucas (FIG)

Arbitragem: Marcos Mateus Pereira (MS); auxiliado por Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Daiane Caroline Muniz dos Santos (MS).

Local: estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Data: 15/08/19

Lances da partida

Futebol