Escudo: Vitória-ES
Vit Vitória-ES
Escudo: Figueirense
FIG Figueirense
Estádio Salvador Costa, em Vitória (ES) - 18/02/2020 às 21h30

Heroico: com um a menos, Figueirense derruba o Vitória e embolsa R$1,5 milhão

Foi dramático, mas o Figueirense está classificado à próxima fase da Copa do Brasil. Apesar de jogar com um a menos desde os 43′ minutos da primeira etapa, o Furacão chegou ao gol restando dois minutos para terminar o confronto, com Diego Gonçalves, embolsou R$1,5 mi e se manteve vivo na competição.

Vitória 0 a 1 Figueirense, válido pela segunda fase da Copa do Brasil – Foto: Bruno Lopes/Esportevix/divulgação

História

Enquanto alguns times nem estrearam na Copa do Brasil, Vitória-ES e Figueirense entraram em campo* de olho na terceira fase da competição.

Fruto de reclamação de ambas as partes, a verdade é que o calendário inchado do futebol brasileiro proporciona cenários como esse, por exemplo.

Leia também

Afora todo o contexto do deslocamento – sobretudo para o Figueirense – o duelo valia não só a manutenção no campeonato mais rico do continente, mas o aporte importante de R$1,5 milhão nos cofres.

Ciente dessa necessidade, a comissão técnica alvinegra chegou a poupar alguns atletas considerados titulares, na rodada do final de semana do catarinense, derrota para o Marcílio Dias, 2 a 1.

Primeiro tempo com um a menos

Evocando as características mais “sombrias” do futebol raiz, o duelo no acanhado estádio Salvador Costa foi truncado.

Erros em sequência dos dois lados tanto pelo nervosismo quanto pela dificuldade imposta em um gramado cheio de defeitos.

O placar, estilo manual, também deu um toque especial a um primeiro tempo de poucas oportunidades de ambos os lados.

O lance mais importante aconteceu aos 43’ da primeira etapa onde Guilherme, que já tinha cartão amarelo, entrou com a sola levantada sobre o adversário. Levou o segundo amarelo e foi expulso. Revolta dos visitantes e delírio dos quase três mil presentes no campo do Vitória.

Segundo tempo dramático

Não há nada mais desesperador para um time de futebol que ter que correr em desvantagem numérica. Com uma sensação termina próxima dos 30ºC, o time de Márcio Coelho tentou “esfriar” a partida sempre que possível.

O time da casa, mesmo com um a mais, demonstrou cansaço. Aos poucos o Figueirense foi mantendo a posse e, na base da bola parada, passou a levar perigo ao gol de Harisson.

Quando tudo parecia encaminhado para uma dramática disputa de pênaltis, o atacante Diego Gonçalves aproveitou a confusão dentro da grande área adversária e, de pé esquerdo, mandou para o fundo da rede.

Muita festa alvinegra que, mais uma vez, nos pés do atacante, comemorou sua classificação. Mais que isso, o tento anotado pelo camisa 16 resultou em um aporte de R$1,5 milhão no cofre do clube.

Próxima parada

Na terceira fase da Copa do Brasil, ainda sem data para ser disputada, o Figueirense aguarda o vencedor de Moto Club x Fluminense ou Botafogo-PB.

Pelo estadual o Figueirense joga somente no dia 1º, contra a Chapecoense, dentro do estádio Orlando Scarpelli. Já o Vitória encara, dia 29, o Rio Branco.

Ficha técnica

Vitória-ES: Harrison; Thainler, Ferrugem, Léo Breno, Lucas Barcoza (Chiquinho) e Jeferson (Emerson); Toni Galego, Igor Pimentel e Rodrigo César; Edinho e Jarles Baiano (Betão). Técnico: Rodrigo Fonseca.

Figueirense: Sidão; Lucas, Alemão, Rony e Brunetti; Pereira, Patrick e Guilherme; Diego Gonçalves (Paulo Ricardo), Pedro Lucas (Marquinho) e Nicholas (Vitor Feijão). Técnico: Márcio Coelho.

Gols: Diego Gonçalves, aos 47 min 2T

Cartões amarelos: Jeferson, Igor Pimentel (VIT); Lucas, Patrick, Diego Gonçalves, Guilherme 2x (FIG)

Cartão vermelho: Guilherme (FIG)

Arbitragem: Thiago Duarte Peixoto (SP); auxiliado por Daniel Luis Marques (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP).

Local: Estádio Salvador Costa, em Vitória (ES). Data: 18/02/20.

(*) Colaborou Bernardo Barbosa, do portal SEHoje

Lances da partida

Futebol