Após briga com torcedor, meia do Goiás pede desculpa e fala em ‘ação e reação’

Felipe Menezes perdeu a cabeça após ser xingado na saída do Serra Dourada e partiu para cima de um torcedor. Confusão ocorreu logo após a derrota para o Cruzeiro

Divulgação

Dois jogadores do Goiás protagonizaram uma confusão com torcedores após a derrota para o Cruzeiro, na saída do Serra Dourada, no último domingo. Primeiro, o atacante Zé Love, após ouvir uma série de xingamentos, discutiu com alguns fanáticos perto do ônibus da delegação. Então, Felipe Menezes desceu do veículo para tirar o colega do tumulto, ouviu mais insultos, e partiu para cima de um dos torcedores. Ao LANCE!, o jogador falou sobre o ocorrido. 

– Foi um fato isolado. Eu não posso dizer nada além do que estava no vídeo. Fui tirar o Zé da confusão, o rapaz jogou cerveja em mim, tomei uma atitude em relação a isso. Eu me arrependo, sim. Porque ele agiu de forma errada, mas, mesmo sendo difícil, eu deveria ter abaixado a cabeça, voltado para dentro do ônibus. Não é fácil levar uma copada de cerveja na cara e não reagir – disse, por telefone. 

No vídeo divulgado pela torcida organizada do Goiás, é possível ver o meia partindo para cima do torcedor com uma voadora e depois voltando para o ônibus onde estava a delegação. Os xingamentos aos atletas não cessam até o fim da gravação. 

– Peço desculpas ao torcedor. Não é correto ele me agredir, mas também não é correto o que eu fiz. Tinham uns dez torcedores, acho que era isso, e vários celulares gravando. Acho que ele me insultou, me agrediu, justamente para eu reagir. Foi para conseguir me irritar – completou. 

Felipe Menezes não tinha condições de jogo, mas, mesmo assim, fez questão de ficar no banco de reservas da equipe contra a Raposa. Com a derrota, o Goiás segue na zona de rebaixamento, com 31 pontos, a três do primeiro time fora. Na próxima rodada, os esmeraldinos recebem o Internacional, novamente no Serra Dourada. Ainda lesionado, o meia corre para estar à disposição. 

– A equipe sabe que pode escapar do rebaixamento e estamos fazendo o possível. Temos totais condições de sair dessa. Estamos fazendo de tudo, fui até lá mesmo sem condições de jogo. Estou tratando, vendo como esta a dor. Quero conseguir treinar até quarta ou quinta para poder jogar o próximo jogo, o plano é esse. Com uma vitória, podemos sair dessa situação – finalizou. 

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...