Após cartões do São Paulo, Toloi chia: ‘Jogador precisa conversar com juiz’

Zagueiro do Tricolor esteve em campo e presenciou de perto as expulsões de seus colegas por reclamação no jogo contra o Sport, na Arena Pernambuco, no último domingo

Divulgação

A derrota do São Paulo para o Sport, nesse domingo, ainda repercute no Tricolor do Morumbi. O “combo” de expulsões são-paulinas na Arena Pernambuco vem ainda mais à tona. Em entrevista concedida nesta segunda-feira, no CT da Barra Funda, o zagueiro Rafael Toloi questionou a postura do árbitro André Luiz de Freitas Castro, responsável pelos cartões vermelhos mostrados a Paulo Henrique Ganso, Luis Fabiano e Juan Carlos Osorio.

– Sabemos que a arbitragem está tomando essas atitudes, mas na minha opinião o juiz poderia ter sido mais tranquilo. Tudo bem dar cartão por reclamação, mas o Wendel fez cinco faltas seguidas, inclusive uma muito dura, e ele não deu amarelo – argumentou, citando meio-campista do Sport.

– O Juan também não fez nada contra o árbitro, não jogou contra a torcida… Um aplauso daquele jeito não ofendeu o árbitro, mas infelizmente aconteceu. É complicado, porque o jogador precisa conversar com o árbitro, o jogador não precisa concordar com tudo – completou, se referindo à expulsão do técnico colombiano.

As três expulsões de são-paulinos tiveram relação (direta ou indireta) com reclamações. Nesta edição do Brasileirão, a CBF orientou a arbitragem a amarelar jogadores que esboçarem qualquer reclamação. A medida ainda não foi bem aceita por clubes e atletas. Questionado se tal “regra” deixa a equipe nervosa, Toloi voltou a questionar supostas arbitrariedades.

Luis Fabiano levou um amarelo por reclamação e outro por falta (Foto: Aldo Carneiro)

– Complicado, como disse, jogador não é obrigado a concordar com tudo que o árbitro marca. Mas sabemos que temos jogadores experientes, vamos tentar conversar menos com os árbitros – comentou.

Há cerca de dois meses, o São Paulo velou instrutores da Escola Nacional de Arbitragem da CBF para proferir palestra ao elenco. O objetivo era instruir os jogadores a sofrerem o mínimo possível com a mudança de postura dos juízes neste Brasileirão.

O São Paulo acumula três expulsões de jogadores neste Brasileirão: além de Ganso e Luis Fabiano, Reinaldo também já levou cartão vermelho (na quarta rodada). Osorio, por sua vez, foi expulso duas vezes (em ambos os casos, os juízes argumentaram “dedo em riste” como motivo do cartão vermelho).

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...