Conteúdo por Gazeta Esportiva

Após derrota no Gre-Nal, Zé Ricardo explica ausência de D’Alessandro

As coisas não deram certo para o Internacional na noite deste domingo. Na Arena do Grêmio, o Colorado foi dominado pelos comandados de Renato Gaúcho e o técnico Zé Ricardo foi criticado pela ausência de D’Alessandro entre os titulares. Na coletiva após a derrota, porém, ele explicou a decisão, além de ter falado sobre sua relação com a direção e os jogadores.

“Saímos chateados pela derrota e nesse momento tudo que planejamos para o jogo acabou não surtindo efeito. Tivemos dois dias para trabalhar especificamente para a partida, não só o D’Alessandro, mas outros atletas também apresentaram desgaste, então preservamos durante o primeiro tempo. Entendíamos que era prudente colocá-lo no decorrer da partida”, disse.

O treinador também comentou um pouco sobre a expulsão de Marcelo Lomba, no início do segundo tempo. “Quando as coisas pareciam um pouco melhor, tivemos um jogador expulso e, com um a menos, é um pouco mais difícil. Temos que lamentar, aquilo que traçamos não deu certo”, avaliou.

Zé Ricardo foi contratado após a saída de Odair Hellmann, com contrato até o final deste ano, sem ainda saber se permanecerá ou não. Ele, porém, disse que as cobranças são feitas não só por ele aos jogadores, como também da direção para com o trabalho dele, principalmente com uma derrota em clássicos.

“Não tenho a menor dúvida, nossa cobrança é interna. Costumo fazer os elogios para fora e as cobranças internamente. Certamente vamos conversar, a direção também me cobra, independentemente do meu contrato. É relação de empregado e empregador”.

Na noite deste domingo, na Arena do Grêmio, os donos da casa venceram o Internacional por 2 a 0, com um gol em cada tempo, sem esquecer que o Colorado saiu prejudicado por expulsão do goleiro Marcelo Lomba no início da etapa complementar.

Com o resultado, o Internacional caiu para sétimo lugar, com 46 pontos somados. Na próxima rodada, a equipe viaja para o nordeste para enfrentar o Ceará, na quinta-feira às 19h30 (de Brasília), no Castelão.

Futebol