Conteúdo por Gazeta Esportiva

Após repercussão negativa, Mano cita conversa e promete usar Borja

Declarações recentes de Mano Menezes sobre Miguel Borja repercutiram negativamente, a ponto de o centroavante se dizer com a alma ferida. Após o Derby deste sábado, o técnico revelou que teve uma conversa com o colombiano e prometeu utilizá-lo normalmente.

Em entrevista à ESPN Brasil, Mano afirmou que Borja “não tinha uma trajetória tão grande antes de chegar ao Palmeiras em um clube de ponta da América Latina”. O treinador declarou ainda que o centroavante colombiano “talvez não seja tão estrela”.

Insatisfeito com os comentários de Mano Menezes, Juan Pablo Pachon, empresário de Miguel Borja, divulgou nota oficial para comentar o assunto. Já o centroavante, em entrevista concedida à colombiana Blu Rádio, se disse surpreso: “Doeu na alma”.

“Conversamos e vou usá-lo. Ele faz parte do grupo e tem condições de entrar bem, como fez contra o Corinthians. Teve grande chance e poderia até ter feito o gol da vitória. Enquanto estiver no grupo, vai ser utilizado como profissional do clube”, declarou Mano Menezes.

Contratado pelo Palmeiras em 2017 com status de ídolo após passar de forma bem-sucedida pelo Atlético Nacional, Borja tem 35 gols em 109 partidas com a camisa do clube. Nesta temporada, apagado, o colombiano marcou cinco vezes em 22 jogos disputados.

“A única coisa que me interessa nisso é a alma do Borja, que é muito boa e não quero atingir de forma alguma. Foram comentários normais, mas vocês sabem que fazem o que querem com o que a gente fala. Estava falando em geral do que penso sobre as expectativas que se criam e são difíceis de atender”, disse Mano.

Futebol