Após rumores de desistência, Portuguesa confirma que entrará na Justiça

Advogado do clube afirma que Lusa entrará na Justiça Comum para tentar reverter a decisão do STJD no caso que envolveu a escalação irregular do meia Héverton

Divulgação

Após rumores de que não entraria mais na Justiça Comum para recorrer da decisão do STJD no caso Héverton, o presidente do departamento Jurídico do clube do Canindé, Orlando Cordeiro de Barros, afirmou que a Lusa não desistiu de sua posição e abandonará de vez o ambito esportivo ainda nesta semana para tentar reverter o caso.

– Permanece que eu disse no primeiro dia, a Portuguesa entrará na justiça essa semana. O que aconteceu foi que o Ilídio tentou fazer com que a Portuguesa arrecadasse algum dinheiro para pagar algumas dívidas, tantar uma composição sem que entrasse no judiciário, e isso não foi possível – disse o Orlando, ao LANCE!Net.

Na última rodada do Campeonato Brasileiro do ano passado, o meia Héverton da Portuguesa foi escalado irregularmente na partida contra o Grêmio. O caso foi parar na justiça desportiva, que condenou o clube a perder quatro pontos no Nacional. Com isso, o clube foi rebaixado à Série B.

Segundo o site da ESPN, o presidente da Lusa estava estudando a possibilidade de desistência porque a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) não ajudaria o clube financeiramente caso ele tentasse a permanência na Série A.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...