Conteúdo por Gazeta Esportiva

Após título da Recopa, Julio Rusch fala sobre levar o Figueirense de volta à elite

Depois de uma semana marcada pelo protesto dos atletas devido aos atrasos salariais, a equipe do Figueirense bateu o Brusque por 1 a 0, gol de Rafael Marques, e conquistou o título da Recopa Catarinense. A partida que ocorreu no Orlando Scarpelli, na noite desta quinta-feira (4), colocou frente a frente o campeão do Catarinense de 2018 (Figueirense) e o atual campeão da Copa Santa Catarina (Brusque).

O título é inédito para o Furacão, afinal, trata-se da primeira edição do campeonato. O feito é inédito também para o meia Julio Rusch, que levantou sua primeira taça com a camisa alvinegra. O atleta que entrou na segunda etapa, na função de lateral-esquerdo, destacou a força do elenco após a vitória: “Estamos muito felizes por ter conseguido conquistar esse troféu. O nosso grupo é muito coeso e sabemos onde queremos chegar”, afirmou.

O Figueirense volta a pensar na Série B e, para Julio, a equipe vem fortalecida após o período de intertemporada: “Acredito que estamos utilizando bem essa parada. O professor Hemerson é perfeccionista e está sempre tentando ajustar algo que ele entende não estar funcionando bem.”

O meia aproveita também para manter o foco na Série B: “Chegaram novas peças e o grupo está mais forte. Temos certeza que lutaremos até o fim na busca por uma vaga na elite do futebol brasileiro”, concluiu.

O Figueirense volta a campo no próximo dia 13, sábado, diante do América-MG, em Belo Horizonte. A equipe está atualmente na 8ª posição do campeonato, com 13 pontos.

Futebol