Árbitro expulsa dois são-paulinos e diz que foi chamado de ‘ladrão’

Após o pênalti convertido por Alexandre Pato e a eliminação do São Paulo no Paulistão Chevrolet, diversos jogadores foram reclamar com o árbitro Antônio Rogério do Prado. Na confusão, Carleto e Maicon acabaram expulsos de campo, mesmo com a partida já terminada.Na súmula, o árbitro afirmou ter sido ofendido pelos atletas são-paulinos. Segundo do Prado, ambos os jogadores o chamaram de “ladrão”.A seguinte descrição foi feita para o lateral-esquerdo Carleto:”Expulso após a disputa de tiros desde o ponto penal, por dirigir-se de forma acintosa a equipe de arbitragem proferindo as seguintes palavras: vocês arrumaram de novo, vocês são ladrões, inclusive empurrando os componentes da equipe de arbitragem de forma grosseira, sendo contidopelo policiamento.”Para expulsar Maicon, Antônio Rogério do Prado justificou da seguinte maneira:”Expulso após a disputa de tiros desde o ponto penal, por dirigir-se de forma acintosa a equipe de arbitragem proferindo as seguintes palavras: filho da p…, filho da p…, ladrão, filho da p…”

A irritação dos são-paulinos era porque o pênalti defendido por Rogério Ceni foi anulado. Diferentemente do de Cássio, que se adiantou menos ao defender a cobrança do Fabuloso, mas admitiu que deu um passo a frente, o que não é permitido pela regra.Nesta temporada, Luis Fabiano também já foi expulso depois de uma partida. Diante do Arsenal (ARG), o atacante recebeu o cartão vermelho, xingou o árbitro Wilmar Roldán e pegou quatro jogos de suspensão da Conmebol.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...