Conteúdo por Gazeta Esportiva

Argentina e Chile decidem o 3º lugar da Copa América

Atualizado

Antes da bola rolar na final da Copa América no domingo, entre Brasil e Peru no Maracanã, Argentina e Chile jogam pela decisão do 3º lugar da competição continental, neste sábado, às 16h (horário de Brasília), na Arena Corinthians em São Paulo.

Após duras derrotas nas semifinais do torneio, as seleções tentam se despedir da Copa América com um triunfo. Enquanto os argentinos caíram por 2 a 0 para a Seleção Brasileira no Mineirão, os chilenos perderam por 3 a 0 dos peruanos na Arena do Grêmio.

Com uma seleção renovada comandada por Lionel Scaloni, os argentinos não passaram pelo Brasil e seguem sem faturar um título desde 1993, mas tentam utilizar a partida deste sábado como mais um teste para jovens atletas que vem ganhando espaço com o treinador.

“A partida contra o Chile é importante, colocaremos o que acreditamos que é melhor. Não contaremos com Acuña e com Lautaro Martínez (suspensos). Estamos bem e queremos terminar da melhor maneira”, disse Scaloni em coletiva nesta sexta-feira.

O meio-campista e o atacante, que receberam cartão amarelo nos jogos contra a Venezuela e o Brasil, são os únicos desfalques da equipe argentina para o confronto.

“Há que se levantar e jogar. Todos estão motivados e com gana para terminar o campeonato da melhor maneira. É importante manter a imagem que a equipe deixou nesses últimos partidos”, seguiu o treinador. “Estes jogadores serão o futuro da Seleção, seja quem seja o treinador”, completou Scaloni.

Após uma vitória contra o Catar, um empate contra o Paraguai e uma derrota frente a Colômbia na fase de grupos, a Argentina passou pela Venezuela por 2 a 0 nas quartas de final até chegar ao confronto contra o Brasil. Ao todo a seleção tem 46,7% de aproveitamento, com saldo de gols zero.

Atual bicampeã da Copa América, o Chile tenta apaziguar o clima ruim após a derrota na semifinal. É a segunda vez que a equipe sul-americana jogará na Arena Corinthians pela Copa América. Na primeira, vitória nos pênaltis contra a Colômbia nas quartas de final após empate por 0 a 0 no tempo normal.

“É o fechamento do torneio, foi gerado uma expectativa muito importante. Não terminaremos como queríamos, mas será um jogo muito interessante, contra um elenco muito estrelado. Falei sobre isso antes do treino. Terei todos

à disposição, exceto os que não estão bem fisicamente”, declarou o técnico Reinaldo Rueda.

A dúvida para partida é o meio-campista Arturo Vidal, que sentiu torção durante a derrota na semifinal. “O Arturo, como vocês viram, teve uma pequena torção no tornozelo no primeiro gol contra o peru. No calor do jogo ele suportou, mas está no DM e a participação dele não é certa. Todos conhecemos como é o Vidal, ele é muito forte, mas foi descuidado e está com dor e inflamação”, explicou o treinador.

O Chile chega a decisão de 3º lugar após vitórias contra Japão e Equador e derrota para o Uruguai na fase de grupos. Ao todo na competição, a equipe chilena tem duas vitórias, um empate e duas derrotas, com 46,7% de aproveitamento e saldo de gols em um.

Copa América