Conteúdo por Gazeta Esportiva

Arouca avalia retorno do futebol: “Queremos voltar, mas com segurança”

Atualizado

Contratado pelo Figueirense em janeiro de 2020, Arouca teve seu início pelo clube interrompido por conta da pandemia do coronavírus. Apesar das indefinições, o volante segue uma rotina de treinos e alimenta a expectativa de voltar a atuar. Em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva, o camisa 5 do Furacão relata o trabalho do dia a dia e opina sobre o possível retorno do futebol.

Arouca avalia retorno do futebol (Foto: Divulgação/FFC)

Enquanto o Figueira não concretiza a retomada dos treinos no CT, Arouca aponta que está trabalhando de sua própria casa, com o auxílio online do preparador físico.

“Então, agora voltamos a nos comunicar mais sabendo que tem essa possibilidade de voltar às atividades. Tivemos atividades online, estamos fazendo as atividades em casa mesmo acompanhados do preparador físico. E agora o clube está tentando pedir aos órgãos maiores para voltar aos treinos. Eles têm deixado a gente a par da situação, tomamos vacina da gripe nesta semana, agora também veio a notícia de que eles compraram os testes do covid-19 para poder voltar às atividades”, disse o jogador.

De acordo com o volante, a vontade dos atletas é de estar em campo. No entanto, é importante que sejam tomadas medidas de segurança para evitar o contágio do novo coronavírus.

“Os jogadores estão ansiosos, lógico que os jogadores sentem saudade, mas ao mesmo tempo a gente sabe que é um momento delicado que o país está passando, o mundo todo na verdade, onde temos que ter os maiores cuidados possíveis. Lógico que queremos voltar com às atividades, mas com segurança, desde que seja tudo feito de uma forma segura, que seja seguro para todos os envolvidos, comissão técnica, familiares. Então acho que está sendo importante essa comunicação do clube com o governo, para poder seguir todas as ordens e voltar de uma forma segura”, aponta Arouca.

Nos últimos dias, o Figueirense iniciou a preparação para retornar aos treinamentos e deve testar os seus atletas para garantir que ninguém está contaminado. De acordo com Arouca, o clube ainda não informou quando pretende realizar os exames.

Mais conteúdo sobre

Futebol