Conteúdo por Gazeta Esportiva

Arthur Nory é campeão mundial na barra fixa e faz história

Na última prova do Mundial de Stuttgart, na Alemanha, o brasileiro Arthur Nory conquistou o ouro na barra fixa, a única medalha do Brasil na competição.

Bronze no solo das Olimpíadas do Rio-2016 e prata nos Jogos Pan-Americanos de Lima-2019, Nory não era indicado ao título no início do torneio. A grande esperança brasileira era justamente no campeão pan-americano Chico Barretto, que acabou caindo do aparelho nas eliminatórias e ficou de fora da final.

(Foto: Ricardo Bufolin/CBG)

Quinto a se apresentar, o campineiro de 26 anos aumentou sua nota das eliminatórias em 0,3. Ao fim da sua apresentação, vibrou bastante e ficou esperando seus concorrentes. Daiki Hashimoto, do Japão, cometeu diversos erros, assim como o australiano Tyson Bull. Destaque da ginástica norte-americana, Samuel Mikulak não fez uma apresentação convincente e ouro ficou com o brasileiro.

Arthur Nory faz história e entra para um grupo seleto de ginastas do Brasil com uma medalha de mundiais. Antes dele, entre homens, apenas Arthur Zanetti (um ouro e três pratas) e Diego Hypolito (dois ouros, uma prata e dois bronzes). Entre as mulheres, apenas Jade Barbosa (dois bronzes), Daiane dos Santos (um ouro) e Daniele Hypolito (uma prata) realizaram o feito.

Ainda neste domingo, Flávia Saraiva, outra brasileira com chance de medalha no Mundial, foi quarta colocada no solo, por detalhes sem a medalha. Antes disso, havia ficado em sexto na trave de equilíbrio.

Mais Esportes