Artur ganha chance, conquista torcida e diz: ‘Dia mais feliz da vida’

Artur fala na zona mista do Allianz Parque após a vitória sobre o Paraná - FOTO: Fellipe Lucena
Artur fala na zona mista do Allianz Parque após a vitória sobre o Paraná – FOTO: Fellipe Lucena

A reação dos mais de 35 mil palmeirenses que foram ao Allianz Parque assistir à vitória sobre o Paraná, por 3 a 0, mostra que o jovem Artur foi muito bem em sua primeira partida como titular no time principal. Ele foi muito aplaudido e teve o nome gritado nas arquibancadas ao ser substituído por Lucas Lima.

– Foi o dia mais feliz da minha vida. A torcida sempre me deu apoio, então joguei leve – disse o atacante de 20 anos, na zona mista do Allianz Parque.

Cria da base, Artur já havia jogado pelo Palmeiras outras seis vezes, a primeira delas na última rodada do Brasileirão de 2016, contra o Vitória – as outras cinco foram nesta temporada, contra Ceará, Flamengo, Árabe Unido (PAN) Independiente Medellín (COL) e Santos, sempre saindo do banco. Sua entrada foi a principal novidade do interino Wesley Carvalho, que mostrou-se orgulhoso da decisão em sua coletiva.

– A gente trabalha para ter oportunidade. Acho que vai surgir naturalmente. Fiz meu papel dentro de campo, corri. Fiquei muito feliz pelo domingo, pelos 3 a 0. Meu jogo é desse jeito, feliz. Espero receber mais oportunidades. Não pode faltar muita garra, muita vontade. Agradeço a Deus pela oportunidade. Muito feliz – emendou o jovem.

Artur não teve muito espaço com Roger Machado, até porque precisou operar o tornozelo direito e ficou cerca de três meses fora de combate. Ele teve bom desempenho na Série B de 2017 pelo Londrina, clube em que atuou por empréstimo antes de ser integrado definitivamente ao profissional do Verdão.

– Eu estava treinando muito bem e infelizmente tive que operar. Foram três meses fora. Agradeço à comissão, aos médicos, fisioterapeutas, porque pude voltar mais forte.

Mais conteúdo sobre

Esporte