Atacante Nunes supera críticas e vira arma do Avaí para o título

Divulgação

Nunes Avaí

Atleta espera ajudar o time a conquistar o título

Muitos jogadores costumam sentir o peso da camisa na hora da decisão. Não é o caso de Nunes. Bastante contestado pela torcida ao longo do campeonato, o atacante marcou nos dois últimos clássicos e abriu caminho para a vitória do Avaí no primeiro jogo da final contra o Figueirense.
 
Foi o suficiente para o camisa 9 ganhar a confiança dos torcedores e passar a ser visto como uma das principais armas do Leão para o confronto decisivo no Orlando Scarpelli. Um gol avaiano pode fazer cair por terra qualquer esperança alvinegra e deixar o Avaí ainda mais perto do título catarinense. E Nunes já mostrou que gosta de balançar as redes em clássicos. 

Contratado para solucionar a escassez de gols do ataque azurra, o atacante demorou para desencantar. Foram necessários dez jogos para o jogador marcar seu primeiro gol com a camisa do Avaí, no clássico do returno. “Fico muito feliz por ter feito esses dois gols, sabia que eles viriam na hora certa”, comemorou o atacante, que atuou 14 vezes neste Estadual. 

O jogador, que se envolveu em uma briga com o companheiro Bruno durante o clássico do segundo turno, quase ficou de fora da primeira partida da final. Mas era o destino. Às 21h de sexta-feira saiu a decisão que liberou o camisa 9 para entrar em campo e dar o primeiro passo na caminhada do Leão rumo ao título.

Futebol