Autor quer divulgação do relatório sobre escolha das sedes de Copas

Advogado Michael García acha que Fifa deve tornar público tudo que ele colocou sobre processo de escolha de Rússia e Qatar como sedes das próximas Copas

Divulgação

O advogado Michael García declarou nesta quarta-feira que o relatório feito por ele mesmo sobre o processo de escolha pela Fifa das sedes das Copas de 2018 e 2022 deve ser publicado normalmente. A voz de García vem como mais uma entre vários dos membros do Comitê Executivo, que já se posicionaram a favor dda divulgação do conteúdo do relatório.

No início do mês, García entregou à própria Fifa um relatório de 350 páginas em que analisava possíveis irregularidades nas escolhas de Rússia e Qatar como próximas sedes de Mundiais. Agora, o documento está com a Câmara Descisória do Comitê de Ética da Fifa, presidida por Hans-Joachim Eckert, que espera novidades para novembro.

 – Dado o papel limitado que o Sr. Eckert prevê para a Câmara Investigatória, acredito que seja necessária a publicação do relatório. Essa divulgação seria consistente com comunicados feitos por uma série de membros do Comitê Executivo da Fifa, com a opinião expressada por Mark Pieth, presidente do Comitê de Governança Independente, e com o processo de reforma em si – comentou García.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...