Avaí busca motivação após deixar vitória escapar nos acréscimos

Atualizado

O Avaí ficou muito perto de vencer pela primeira vez no Brasileirão, mas sofreu um gol de Sassá aos 51 minutos do primeiro tempo, no último domingo, e ficou no empate por 2 a 2 com o Cruzeiro. Com isso, o time inicia a semana em busca de motivação para seguir em busca do fim do jejum.

Pedro Castro marcou o primeiro gol do Avaí contra o Cruzeiro, em partida deste domingo (11) – Frederico Tadeu/Avaí

“A equipe mostrou evolução grande. Temos que seguir lutando e batalhando. Com personalidade vamos conseguir nosso objetivo. Futebol não tem justiça. Meu contentamento é que a equipe mostrou personalidade. Independente da fase do Cruzeiro, ainda é o Cruzeiro. E nós conseguimos jogar”, avaliou o zagueiro e capitão Betão.

Leia também:

O próximo compromisso será contra a Chapecoense, em confronto direto na Arena Condá. Na lanterna, com seis pontos, o time avaiano tem quatro pontos a menos que os rivais de Chapecó, em 18º lugar, com dez. Apesar de todo o cenário negativo, o técnico Alberto Valentim tenta manter um discurso otimista.

“A gente conseguir uma vitória lá seria uma coincidência. Vamos levar isso de positivo. Precisamos nos unir. Será uma semana cheia com dias difíceis. Vamos procurar coisas positivas para vencer lá e recuperar os pontos que escaparam na Ressacada. É muito importante todos entrarem buscando o melhor para a equipe”, comentou o treinador.

Desde a 14ª rodada, quando perdeu por 2 a 0 para o Botafogo, o Avaí bateu o recorde de pior início em um Brasileirão na era dos pontos corridos. Agora, já são 15 jogos sem vitória.

Futebol